segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Faz sentido

Havendo demonstrado de forma científica como é que um lobo/vaca/urso evoluiu para uma baleia, ou como um dinossauro evoluiu para um colibri, os evolucionistas voltam-se agora para outro grande mito da "ciência" moderna: a teoria do aquecimento global antrópico (AGA).

De certa forma, faz sentido que sejam os evolucionistas a liderar este processo visto que tanto a crença de que lobos evoluíram para baleias como a crença de que o homem consegue aumentar a temperatura da Terra nada mais serem que ficção cientifica:

Será a educação em torno das alterações climáticas a nova evolução, isto é, ameaçada por parte de grupos de interesse muito bem organizados nas escolas distritais dos EUA bem como nos padrões de educação?

Um crescente número de proponentes da educação acha que sim. Devido a isto a partir de ontem, a National Center for Science Education (NCSE) em Oakland, Califórnia, que se dedica a combater o ensino do Criacionismo, anunciou que vai se dedicar também ao combate dos negacionistas climáticos.

A NCSE espera que a tarefa seja mais complicada do que o combate ao Criacionismo. Eugenie Scott afirma:
As forças unidas contra a ciência climática são mais numerosas e com melhor financiamento.
Devido a isto, Scott defende que estas "forças" são mais capazes de propagar a sua mensagem nos órgãos de informação do que os defensores do Criacionismo.

. . . . . .

Um dos motivos que vai tornar o combate ao "negacionismo climático" mais complicado é o facto de ser mais difícil mentir às pessoas sobre algo que elas podem observar empiricamente, independentemente das formidáveis "forças unidas" contra a "ciência climática".

Outro motivo óbvio para o à vontade que muitos cientistas têm em demonstrar a idiotice da teoria do AGA é a inexistência de ramificações religiosas por parte desta (embora existam ramificações políticas). Quer uma pessoa acredite em Deus ou não acredite em Deus, a rejeição do AGA não vai alterar a sua cosmovisão.

No entanto, a crença no Criacionismo implica uma alteração fundamental na forma como vêmos o mundo. Para um militante ateu que claramente observa a insuficiência da teoria da evolução como explicação coerente para a origem dos sistemas biológicos, é complicado passar a defender o Criacionismo - embora se aperceba que esta teoria está melhor suportada pelos dados observáveis.

Para alguém que sempre se auto-glorificou em ser um "céptico" apenas e só por acreditar que o mundo biológico criou-se a si mesmo, o Criacionismo é muito mais perigoso que o AGA.

Como tal, prevejo que o NCSE mais cedo ou mais tarde desista de combater o "negacionismo climático" e volte a defender a tese de que a vida criou-se a si mesma.



9 comentários:

  1. oi? como é que queres provas de "como é que um lobo/vaca/urso evoluiu para uma baleia"? Não conheço ninguém que tenha feito uma sugestão dessas.

    Ainda não ouviste o conceito de ancestral comum? Evolução divergente? Ensina-se isso no secundário.

    ResponderEliminar
  2. Não conheces ninguém nem vais conhecer porque isso nunca aconteceu.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uh... pois, eu sei. Foi isso mesmo que eu disse.

      Eliminar
  3. Ska,

    Não sabias que Darwin afirmou, a dada altura, que os ursos podem ser os percursores das baleias?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estás equivocado.

      O conceito é que as baleias e os ursos tEm um antepassado comum. Um mesmo tetra-tra-tra-avo, que teve varios filhinhos e que esses filhinhos foram sujeitos a pressoes externas diferentes, adaptando-se assim de um modo diferente ao ambiente.

      Ninguem diz que o urso se transforma em baleia. Isso era na tv, o Manimal!

      Eliminar
  4. Ska,

    In 1859 Charles Darwin suggested that whales were descended from bears (after a furor of scientific criticism he withdrew the point from later editions of The Origin of the Species)


    http://www.squidoo.com/whale-evolution

    É normal que, como evolucionista, não tenhas sido informado sobre isto, Há muitas outras coisas que os mentirosos professores não te disseram.

    ResponderEliminar
  5. Carago meu, o que é que me interessa o que "um gajo disse", ou tentou dizer, ou pensou? Queres que te diga que ele estava errado? Claro que estava, se estou a dizer isso e a concordar desde o primeiro post.

    Claro que o facto de ele ter withdrew the point já não interessa? O facto de um gajo se corrigir?

    Mas de qualquer maneira, acho que pouco interessa para a discussão a história, porque o facto resume-se a que ninguém vai mostrar provas de baleias a transformarem-se em ursos porque ninguém está à procura dessas provas porque ninguém acredita que tal aconteça.

    ResponderEliminar
  6. Ska,

    Claro que estava, se estou a dizer isso e a concordar desde o primeiro post.

    Claro que o facto de ele ter withdrew the point já não interessa? O facto de um gajo se corrigir?


    Jovem, ele só se "corrigiu" porque a comunidade científica ridicularizou-o. Ele não se "corrigiu" porque deixou de acreditar nisso.

    o facto resume-se a que ninguém vai mostrar provas de baleias a transformarem-se em ursos porque ninguém está à procura dessas provas porque ninguém acredita que tal aconteça.

    Onde é que eu disse que há pessoas que defendem que baleias evoluíram para ursos?

    Presta atenção ao que estou a escrever, jovem.

    Lê lá o que eu disse e comenta outra vez.

    ResponderEliminar
  7. Desculpa, estavas na cabeça do homem para saber porque é que ele fez o que quer que seja?

    A mim pouco me interessa aquilo em que quem quer que seja acredite. Interessa-me a procura do conhecimento, em si. Isso envolve correções.

    o meu comentário começou porque o teu post diz a frase "Havendo demonstrado de forma científica como é que um lobo/vaca/urso evoluiu para uma baleia". Exatamente aqui.

    ResponderEliminar

Os 10 mandamentos do comentador responsável:
1. Não serás excessivamente longo.
2. Não dirás falso testemunho.
3. Não comentarás sem deixar o teu nome.
4. Não blasfemarás porque certamente o editor do blogue não terá por inocente quem blasfemar contra o seu Deus.
5. Não te desviarás do assunto.
6. Não responderás só com links.
7. Não usarás de linguagem PROFANA e GROSSEIRA.
8. Não serás demasiado curioso.
9. Não alegarás o que não podes evidenciar.
10. Não escreverás só em maiúsculas.
-------------
OBS: A moderação dos comentários está activada, portanto se o teu comentário não aparecer logo, é porque ainda não foi aprovado.

ATENÇÃO: Não será aceite comentário algum que não se faça acompanhar com o nome do comentador. ("Unknown" não é nome pessoal).

ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

PRINT