quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Rapazes preferem carros desde a mais tenra idade

"E criou Deus o homem à sua imagem: à imagem de Deus o criou; macho e fêmea os criou."
Génesis 1:27

Estudo revela que os rapazes gravitam em direcção aos carros enquanto que as raparigas rumam em direcção às bonecas a partir do momento que conseguem gatinhar.

Pesquisadores de "City University" colocaram uma gama de brinquedos a cerca de um metro de 90 crianças com idades entre os nove meses até aos 36 meses. Posteriormente gravaram o tipo de brinquedos com os quais eles brincavam e durante quanto tempo.

Eles puderam verificar que os rapazes passavam a maior parte do tempo a brincar com os carros e com as bolas, enquanto que as raparigas passavam a maior parte do tempo com as bonecas.

Os pesquisadores disseram que o estudo sugere que existe um "viés intrínseco" nas crianças rumo aos brinquedos típicos de cada género.

Eles apresentaram os seus achados na conferência anual da British Psychological Society.

Uma das pesquisadoras, Sara Amalie O'Toole Thommessen, disse:

Ficou bastante óbvio que mesmo as crianças mais jovens se dirigiam aos brinquedos e às cores relacionados ao género.

Os rapazes dirigiram-se à bola e ao carro preto enquanto que as raparigas se dirigiram ao urso de peluche e à boneca.

A equipa disse que este estudo foi o primeiro a verificar diferenças tão consistentes e estáveis na escolha dos brinquedos em crianças com idades inferiores a 18 meses.

Outra pesquisadora, Dr Brenda Todd, disse:

Ficámos surpresos por encontrar tais diferenças tão cedo.

As crianças com esta idade já estão sujeitas a um grande nível de socialização, mas estes achados são consistentes com a ideia um viés intrínseco nas crianças em favor de escolhas relativas a um certo tipo de brinquedos.

Fonte


Mais dados:

Boys like cars, girls like dolls


6 comentários:

  1. Isso é verdade, mas nem sempre...
    Olha, não sou afeminado em um pouco, mas não tenho nenhum fetiche por carros.
    Brinquei com carros quando pequeno, claro, nunca dei bola pra bonecas, mas não tenho essa tara por carros.
    Sempre me perguntei porque esse prazer de estar correndo, em movimento, por si só. Tantas outras coisas dão mais prazer, inclusive assuntos intelectuais.

    Acho na verdade algo até aborrecível, pra mim tem a maior utilidade de diminuir as distâncias, necessário, mas não dirijo, talvez um dia venha a fazer. Serei doente?
    Acho que muitos outros homens talvez não gostem..
    Mas também brinquei muito de super-heróis na infância, bandidos e mocinhos, etc.

    Outro que não dirige no Brasil, dito pelo mesmo, é o Reinaldo Azevedo do blog da Veja, quem o faz é sua mulher! E agora José?.. As regras sempre tem exceções?

    Muito bom o blog, parabéns.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Alarme! Mutação feminista! Kkkk!

      Dirigir em cidade grande no Brasil dá nos nervos. Quem sabe o Reinaldo quer reduzir o stress e pegar uma caroninha com a patroa? Duma conveniência ou duma exceção não se deduz uma regra, Beto! A maioria das regras tem exceções (por isso, são chamadas de excepcionais...) - o que prova a regra!

      Também não gosto de dirigir em cidade grande no Brasil(onde o brasileiro prova toda sua loucura e falta de educação e de respeito pelo próximo numa pilotagem digna de um kamikaze). Prefiro o transporte público (metrô), sem stress e com uma boa leitura (nunca faria isso dirigindo, óbvio), além de não ter condições financeiras de bancar um carro e nem necessitar disso (caminho 20 minutos até meu local de trabalho).

      Dirigir em New York, nos Estados Unidos, é mais fácil do que dirigir em qualquer cidade brasileira com mais de 100.000 habitantes. Lá, eu já dirigi muito e gostei!

      Eliminar
  2. Meninos e meninas não possuem apenas gostos diferentes em relação a brinquedos. Eles também brincam de formas diferentes quando estão com os mesmos brinquedos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ictelli_

      Meninos e meninas não possuem apenas gostos diferentes em relação a brinquedos. Eles também brincam de formas diferentes quando estão com os mesmos brinquedos.

      O que dizes é bastante interessante. Podes dar algum exemeplo?

      Eliminar
    2. Creio que os meninos são mais agitados ou agressivos no brincar do que as meninas com os mesmos brinquedos.

      Eliminar
  3. O que dizes é bastante interessante. Podes dar algum exemeplo?"

    Se vc der alguns brinquedos(bonecos de ação, bonecas, carrinhos, blocos de LEGO e retalhos, por exemplo) para um menino, ele irá brincar com eles de forma mais ativa, tranformando os brinquedos em personagens de uma aventura.

    Já as meninas irão brincar de formas menos agitadas, mas que possuem maior envolvimento emocional.

    Aliás, falando nisso, que esse padrão de gostos em relação ao tipo de brinquedos não é só comum nos humanos, mas também em outros primatas?

    ResponderEliminar

Os 10 mandamentos do comentador responsável:
1. Não serás excessivamente longo.
2. Não dirás falso testemunho.
3. Não comentarás sem deixar o teu nome.
4. Não blasfemarás porque certamente o editor do blogue não terá por inocente quem blasfemar contra o seu Deus.
5. Não te desviarás do assunto.
6. Não responderás só com links.
7. Não usarás de linguagem PROFANA e GROSSEIRA.
8. Não serás demasiado curioso.
9. Não alegarás o que não podes evidenciar.
10. Não escreverás só em maiúsculas.
-------------
OBS: A moderação dos comentários está activada, portanto se o teu comentário não aparecer logo, é porque ainda não foi aprovado.

ATENÇÃO: Não será aceite comentário algum que não se faça acompanhar com o nome do comentador. ("Unknown" não é nome pessoal).

ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

PRINT