terça-feira, 5 de abril de 2011

Feminista: Porque é que os homens não se querem casar com mulheres promíscuas?

Por incrível que pareça, existem algumas feministas que não querem reconhecer que a promiscuidade sexual é má para as mulheres em termos de encontrar homem disposto a casar-se com elas.



Feministas descobrem como funciona a economia de mercado (ou pelo menos o conceito de oferta) embora continuem inocentes no que toca a intersecção com a procura. Isto é quase como observar macacos a descobrirem que a coisa brilhante que se move por cima da pilha de madeira está quente.

A autora deste blog cita uma feminista que diz:

Nos média existe esta noção de envergonhar as mulheres promiscuas (eng: "slut") e isto acontece num nível mais pessoal entre pessoas que se envergonham umas as outras. Há também algo que é discutido em outros sites mas nunca falado nos média - algo chamado de "rejeição de promiscuas". Esta última acontece com homens heterossexuais em busca de mulher com quem passar o resto da sua vida. Eu tenho alguma experiência pessoal com isto. O meu ex não tentou envergonhar-me mas mal soube mais sobre mim [o passado sexual], esfumou-se da minha vida.

Isto de se rejeitar as promiscuas está tão errado que as mulheres vêem-se obrigadas a recorrer a mentiras ou a esconder o seu passado. Ambas as estratégias estão condenadas a ter efeitos contrários aos desejados.
A solução da feminista para o facto dos homens rejeitarem mulheres promiscuas quando pensam em casar? Simples:
Eu acho que se a maior parte das mulheres (ou muitas mulheres) tivessem uma história sexual frutífera, isso tornaria-se na norma e desde logo aceitável.
A escritora do blogue Susan Walsh comenta:
Isto é de facto uma declaração notável. A solução feminista para a rejeição de mulheres promiscuas é recrutar o maior número possível de mulheres para a promiscuidade de forma a que o mercado de mulheres sexualmente inexperientes desapareça.

Por outras palavras, os homens teriam a sua diversão enquanto fossem estudantes universitários mas quando chegasse a hora de casar, a sua única opção seriam as mulheres "frutíferas".

Esta declaração é interessante porque mostra que os homens não podem ser convertidos para o pensamento feminista. O Movimento das Mulheres destruiu muitos muros mas o cérebro do homem é a sua última fronteira, e o cerco feminista não consegue erradicar esta dualidade de critérios.
A reacção feminista às consequências não previstas e indesejáveis do seu feminismo é tipicamente fascista. Em vez de reavaliarem as suas crenças, o que as feministas tentam fazer é reduzir todas as mulheres a objectos sexuais de forma a que os homens não tenham por onde escolher senão entre uma delas.

Talvez por isso é que as feministas tenham um ódio tão grande pela mulher que mantém o seu respeito e não "extravagaza" em promiscuidade sexual. Essas mulheres - aquelas suficientemente confiantes para saber que não precisam de sexo para se sentiram "poderosas" - estão literalmente a condenar as feministas a uma velhice infeliz e solitária.

Quarenta anos de indoutrinação feminista não conseguiram transformar a preferência masculina em casar com mulheres sexualmente conservadoras, por isso as feministas voltaram-se (com algum sucesso) para outra estratégia: transformar as mulheres em objectos sexuais.

Nem é preciso dizer isto, mas a estratégia feminista de tornar "promiscuizar" as mulheres está condenada ao fracasso. Isto pode ser visto de forma simples: a esmagadora maioria das feministas são mulheres caucasianas (brancas). A esmagadora maioria das mulheres do mundo não são caucasianas. Se os homens ocidentais não conseguirem encontrar mulheres sexualmente castas para casar no ocidente, ou eles não se casam ou casam-se com mulheres de outras etnias.

De qualquer das formas, as feministas e as sexualmente promiscuas vão ser rejeitadas pelos homens.

Conclusão:

A análise da Sra Walsh é de se louvar uma vez que ela reconhece uma realidade que muitas mulheres não descortinam. Todos os novos parceiros sexuais que as mulheres aceitam, não só tornam essas mulheres marginalmente menos atraentes aos olhos dos homens interessados em compromissos permanentes, como também reduzem o seu potencial valor marital.

Ver também:

1. Vida sexual + relacionamento sério = satisfação

2. Como combater a epidemia de DST: Seguir a Bíblia

3. Homens tem um mecanismo anti-evolutivo que suporta a fidelidade

4. Feminismo aumenta felicidade …..do homem?!!

5. Coabitação ligada a aumento exponencial em risco de relacionamentos fracassados

6. Casamento Versão Ateísmo Continua a Falhar

7. Coabitação Prenupcial Pode Estragar Casamento

8. Geneticamente e Espiritualmente Programados Para a Monogamia




Modificado a partir do original

34 comentários:

  1. As feministas não querem mudar seu estilo de vida; porque eu deveria mudar meu gosto por mulheres não-promíscuas?

    É sempre aquela coisa: o outro lado sempre estará errado, não importa o que fizermos.

    ResponderEliminar
  2. Engraçado...elas quando mais jovens agiram como se o mundo girasse em volta delas,e agora que percebem que a coisa não é bem assim quando ficam mais velhas estão com raiva??
    A arrogância tem preço sabia?Uma hora ou outra agente paga por ela,de uma forma ou de outra.

    ResponderEliminar
  3. Querer transformar a mulher em objeto sexual,é achar q ela pode ter tb suas próprias experiências!...isso é coisa d machista,e machismo é sinônimo d egoismo!...sou feminista,e tb ñ gosto d homens promíscuos!...
    O feminismo verdadeiro,é uma luta por direitos e deveres iguais,portanto por justiça!...e quem ñ concorda c/ isso,ñ passa d 1 mau caráter egoista e s/ noção!...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Machismo não tem nada a ver com egoísmo mas sim com exaltação de qualidades de macho.

      O feminismo não luta por "igualdade" nem por "direitos e deveres iguais" mas sim por tratamento igual quando convém às mulheres, e tratamento preferencial sempre que possível.

      E por favor, não assinem com o nome "Unknown". Os comentários que tiverem nome "Unknown" não vão ser mais aceites porque se as pessoas não se querem dar ao trabalho de escrever o seu nome no final do seu comentário ou comentar com o seu nome, a conversa torna-se difícil.

      Eliminar
    2. Wow......agressoes,agressoes e argumento ZERO!

      Eliminar
    3. Quem discordar da feminista Unknown é um bandido que merece a morte?

      O feminismo é agressivo, hein? E o direito à "diversidade de opiniões", passa por onde?

      As feministas são estúpidas mesmo: só elas acreditam nessa idiotice marxista.

      Eliminar
  4. Quer dizer então que um ex feminista arrependida amargamente de seus atos passados está condenada à morte, à solidão, ao apedrejamento e à exclusão? Que raio de cristianismo é esse o de quem pensa assim então???

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não é questão de "cristianismo", mas sim de colher as responsabilidades pelas suas escolhas.

      Eliminar
  5. Quer dizer que se uma mulher se arrepende ou verifica que foi enganada pelo feminismo e quer levar dali em diante uma vida um pouco mais digna, apesar da devastação que o feminismo lhe provocou, ela não tem esse direito? Não tem mais o direito de ser amada? De ser aceita? Só porque ela errou feio no passado então de agora em diante merece a morte, o esquecimento, o apedrejamento e assassinato moral??? Se é assim, então, estamos a tratar seres humanos como lixo descartável. Muitos ex militantes comunistas se arrependeram e hoje lutam pelos valores cristãos. Ou será que uma vez feminista, não há mais como uma alma se regenerar? Que raio de cristianismo é esse que não perdoa ex feministas?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E verdade ,mais so depois dos 40 anos,se arrepender estranho. e querer que aqueles que foram rejeitados por anos a aceite.e injusto ne. mais nao se preocupe ,talvez um ex-cafajeste a perdoe. pois eles que foram beneficiados por anos ne. (causa e efeito)

      Eliminar
    2. E verdade ,mais so depois dos 40 anos,se arrepender estranho. e querer que aqueles que foram rejeitados por anos a aceite.e injusto ne. mais nao se preocupe ,talvez um ex-cafajeste a perdoe. pois eles que foram beneficiados por anos ne. (causa e efeito)

      Eliminar
    3. Patrícia, quem não perdoa é o tempo, já que a Igreja crê na remissão dos pecados. Alguns erros dificilmente são reparados, e esse é um deles.

      Ninguém quer uma coisa velha, promíscua, pouco digna de confiança e usada como esposa e mãe de família. É o mesmo que esperar que um ex-criminoso, ex-alcoólatra, ex-psicopata se transforme num marido e pai de família exemplar. Feminismo é uma doença psicopática parecida.

      De repente, algum homem classe Z, por falta de coisa melhor, aceite gente assim...foram feitos um para o outro.

      Eliminar
    4. Deus perdoa. Os homens algumas vezes perdoam. O problema é que TEMPO geralmente não perdoa.

      Eliminar
    5. Patrícia Macedo,
      pra começar, se a mulher tivesse caráter e respeito próprio, ela jamais deixaria ser levada por essa onda de "sexo livre enlouquecido", ela respeitaria o próprio corpo e sua saúde e esperaria um homem honrado aparecer para casar e ser feliz.

      Eliminar
  6. Ex feminista pode até ser.. mas ex vadia, é complicado de aceitar... pelo menos pra relacionamento sério.

    ResponderEliminar
  7. Isso é quase como karma,mas em vida,rejeitaram os homens a vida inteira pra coisas sérias,agora são rejeitadas,pode ser um pouco cruel,mas...dúvido que não foram avisadas,mas n foram capazes de se enxergar,acharam que sempre íam ter súditos esperando pelas ''majestades''

    ResponderEliminar
  8. ".....
    Esta declaração é interessante porque mostra que os homens não podem ser convertidos para o pensamento feminista. O Movimento das Mulheres destruiu muitos muros mas o cérebro do homem é a sua última fronteira, e o cerco feminista não consegue erradicar esta dualidade de critérios....."

    Parece que alguns manginas e escravos desesperados de mulher estao cedendo esta última barreira à elas, quando se sujeitam à serem cuckolds..
    As feministas se aperceberam deste fenômeno, e últimamente investiram pesado em sites como divine bitches.com, cuckold sessions e uma horda infernal de estímulo ao bissexualismo masculino e feminino.
    Resultado: Caos na sociedade e crises de identidade de gênero..

    ResponderEliminar
  9. Tanto o homem como a mulher têm direito á sua liberdade sexual e, tanto o homem como a mulher têm o direito a ter a sua opinião acerca de determinado aspecto.

    Promiscuidade pode ser um indicativo de que o parceiro será ou não infiel; mas isto aplica-se tanto para homens como para mulheres!
    É normal que as pessoas queiram parceiros não-promiscuos (pois serão, á partida, fieis ou tendencialmente mais fieis), mas se a própria pessoa for promiscua, não tem grande moral para exigir do parceiro, algo que nem ele próprio é -.-

    Cada um merece um semelhante!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tanto o homem como a mulher têm direito á sua liberdade sexual e, tanto o homem como a mulher têm o direito a ter a sua opinião acerca de determinado aspecto.

      Diz isso às feministas. Segundo elas, o homem casto não tem o direito de rejeitar a mulher promiscua.

      Promiscuidade pode ser um indicativo de que o parceiro será ou não infiel; mas isto aplica-se tanto para homens como para mulheres!

      Exactamente. Agora diz isso às feministas.

      É normal que as pessoas queiram parceiros não-promiscuos (pois serão, á partida, fieis ou tendencialmente mais fieis),

      "As pessoas"?! As mulheres modernas adoram homens sexualmente bem sucedidos. São os homens que rejeitam as mulheres promíscuas quando se fala em relacionamento sério.

      mas se a própria pessoa for promiscua, não tem grande moral para exigir do parceiro, algo que nem ele próprio é -.-

      Obviamente.
      Cada um merece um semelhante!
      Então mulheres pobres não podem almejar homens ricos, certo? Afinal, "cada um merece um semelhante".

      Eliminar
    2. Seguinte, eu não sou uma feminazi, então páre de "rebater" a minha opinião com "explique isso para as feministas blablabla" -.- não existe utilidade nenhuma nisso! Eu não estou defendo NENHUM ponto de vista que sobrevalorize um sexo perante o outro.

      As mulheres burras preferem homens promiscuos! Uma mulher decente não dá atenção a isso, antigamente podia-se dizer que as mulheres preferiam homens promiscuos porque estes seriam os "melhores" pois conseguiam mais mulheres, hoje em dia a promiscuidade já não é vista com bons olhos, tanto pelas mulheres como pelos homens.

      "Então mulheres pobres não podem almejar homens ricos, certo? Afinal, "cada um merece um semelhante"."
      O que o dinheiro tem a ver com aquilo que eu acabei de dizer ou com o assunto do post? Cada um tem aquilo que merece, uma pessoa pode querer o que bem entender, ela tem o direito de ter as suas preferências, mas isso não significa que de facto ela MERECE ter aquilo que quer.

      Eliminar
    3. Deb:

      Seguinte, eu não sou uma feminazi, então páre de "rebater" a minha opinião com "explique isso para as feministas blablabla" -.-

      Eu não disse que tu eras feminista. Ou disse?

      As mulheres burras preferem homens promiscuos!

      Então tu acabas de qualificar a esmagadora maioria das mulheres de burras.

      Uma mulher decente não dá atenção a isso, antigamente podia-se dizer que as mulheres preferiam homens promiscuos porque estes seriam os "melhores" pois conseguiam mais mulheres, hoje em dia a promiscuidade já não é vista com bons olhos, tanto pelas mulheres como pelos homens.

      Exacto. É por isso que nos espectáculos de cantores famosos o público e composto maioritariamente por homens - e não mulheres e meninas desejosas de serem sexualmente usadas por esses cantores.

      Eliminar
    4. @Miguel Bárbaro


      "Eu não disse que tu eras feminista. Ou disse?"
      Presumo que sejas o Lucas, certo? (Visto que foi a ele que respondi xD). Eu parto do principio que me acham uma feminista, quando para responder aos meus comentários, falam sempre em feministas, quando aquilo que eu disse, nem sequer tinha a ver com feminismo ou não. Eu não estava a defender nem a refutar argumentos feministas, estava apenas a comentar o assunto (Promiscuidade) de uma maneira geral. Mas pronto, foi um mal entendido =) não deviam era falar em feminismo quando as pessoas nem tocam no assunto x)

      "Então tu acabas de qualificar a esmagadora maioria das mulheres de burras."
      Exactamente! A maioria das mulheres de hoje em dia, não pensa com a cabeça, tal como a maioria dos homens.

      "Exacto. É por isso que nos espectáculos de cantores famosos o público e composto maioritariamente por homens - e não mulheres e meninas desejosas de serem sexualmente usadas por esses cantores."
      Re-lê o que escrevi: "uma mulher DECENTE não dá atenção a isso".
      Os ambientes que falaste (espetáculos) não são o melhor exemplo exemplo para retratar aquilo que se quer para a vida (relações sérias), porque na realidade, NINGUÉM quer andar com pessoas que têm uma grande tendência para a infidelidade (homens e mulheres).
      E na verdade, dizer "mulheres e meninas desejosas de serem sexualmente usadas por esses cantores" não está correcto, porque elas não são violadas, elas fazem-no porque querem, ou porque gostam de fazer sexo e/ou porque querem tirar proveito disso.

      Eliminar
    5. Deb

      O modo como respondes claramente é de um pensamento feminista e talvez não saiba, é por isso que ele e toda gente que te lê pode e vai pensar assim. Ainda mais quando escreveu em um dos teus comentários:

      então páre de "rebater" a minha opinião com "explique isso para as feministas blablabla" -.- não existe utilidade nenhuma nisso! Eu não estou defendo NENHUM ponto de vista que sobrevalorize um sexo perante o outro.

      Estás a ser extremamente agressiva, e mulheres mal educadas são em geral feministas que já perderam a sua feminilidade. Você vem em uma página pública, deixa a sua opinião em um debate público e não queres ser refutada? Estranha a sua reação para quem se diz > não feminista. É isso.

      Eliminar
    6. @Pats

      O modo como eu respondo é de um pensamento feminista?
      Como é que, a partir do meu primeiro comentário, você deduz que eu seja uma feminista? Sim, porque eu mesmo não puxando nem para o lado das mulheres nem para o dos homens (foi um comentário bastante imparcial), dirigiram-se a mim a falar de feminismo, portanto, das duas uma: ou pensaram que eu era feminista (e não vejo como é que se deduziu isso do meu 1ºcomentário) ou aproveita-se sempre qualquer coisa apenas para dizer que as feministas estão erradas (mesmo que nem se esteja a falar delas).

      E onde é que você identificou agressividade no meu comentário? Não fui mal educada com ninguém, apenas adoptei um discurso informal, os blablablas não serviram para atirar pedras, mas sim para substituir o texto que não foi escrito.
      Não sei se percebeu ou não, a questão não é alguém rebater o meu comentário ou não, mas sim o uso de frases que não acrescentam nem rebatem nada daquilo que foi dito.
      Como já disse, não sou nenhuma feminista. Não quero ver os homens mortos, nem a ser rebaixados abaixo de cão. Portanto não generalize, nem faça suposições.

      Eliminar
    7. O modo como eu respondo é de um pensamento feminista?

      Sim.

      Como é que, a partir do meu primeiro comentário, você deduz que eu seja uma feminista? Sim, porque eu mesmo não puxando nem para o lado das mulheres nem para o dos homens (foi um comentário bastante imparcial), dirigiram-se a mim a falar de feminismo, portanto, das duas uma: ou pensaram que eu era feminista (e não vejo como é que se deduziu isso do meu 1ºcomentário) ou aproveita-se sempre qualquer coisa apenas para dizer que as feministas estão erradas (mesmo que nem se esteja a falar delas).

      Você defende que a mulher tem direito a sua liberdade sexual tanto quanto o Homem. Podes explicar isso?

      E onde é que você identificou agressividade no meu comentário? Não fui mal educada com ninguém, apenas adoptei um discurso informal, os blablablas não serviram para atirar pedras, mas sim para substituir o texto que não foi escrito.

      Aqui: então páre de "rebater" a minha opinião e todo o resto do parágrafo que está claramente agressivo, independente de usares um 'discurso informal'.


      Não sei se percebeu ou não, a questão não é alguém rebater o meu comentário ou não, mas sim o uso de frases que não acrescentam nem rebatem nada daquilo que foi dito.

      Ele mandou você dizer isso para as feministas pelas obviedades do que escreveu...


      Como já disse, não sou nenhuma feminista. Não quero ver os homens mortos, nem a ser rebaixados abaixo de cão. Portanto não generalize, nem faça suposições.

      Certo. Mas só para saberes, o feminismo não é 'apenas' o desejo de morte aos Homens e nem rebaixá-los, é mais que isso... é o seu comportamento como mulher, o seu pensamento, o modo como você fala, o modo como entende as relações Homem x mulher, a sua atitude no dia a dia e tudo que defendes ou não...mas principalmente a sua influencia sobre as outras mulheres e Homens, diga-se de passagem.

      Eliminar
    8. Sim
      Estava à espera que me explicasse o porquê. Pode explicar?

      Você defende que a mulher tem direito a sua liberdade sexual tanto quanto o Homem. Podes explicar isso?
      Quanto a essa frase, o próprio Lucas respondeu "Diz isso às feministas. Segundo elas, o homem casto não tem o direito de rejeitar a mulher promiscua." pelo que me parece que não sou só eu a ter esta opinião, parece-me que ele também concordou com o que eu disse, e ele não é feminista.

      É um direito de cada um, o que você quer que eu explique exactamente? Defendo que tanto a mulher como o homem, têm o direito de decidir aquilo que querem fazer da sua vida, do seu corpo, e de como viver a sua sexualidade (E também, que cada um tem o direito de escolher quem quer para ser seu parceiro! Por exemplo: toda a gente tem o direito de decidir se vai adoptar um estilo de vida promiscuo, MAS, as pessoas também têm o direito de recusar alguém promiscuo como parceiro) Entendeu agora? ;)

      Aqui: então páre de "rebater" a minha opinião e todo o resto do parágrafo que está claramente agressivo, independente de usares um 'discurso informal'.
      Eu não queria dizer para que não rebatessem a minha opinião só porque sim, mas sim para não misturar assuntos, porque parece que TUDO o que seja dito (tratando-se de feminismo ou não) é aproveitado para deitar abaixo o feminismo, entende?. Mas de qualquer das maneiras, não foi minha intenção ser agressiva, peço desculpa se deixei passar essa impressão, mas é bastante frustrante falar de algo e ver que alguém apenas fala de feminismo-feminismo-feminismo, quando o comentário inicial nem tratava de feminismo, entende? Mais uma vez, peço desculpa! =)

      Ele mandou você dizer isso para as feministas pelas obviedades do que escreveu...
      Eu percebi isso, mas não havia necessidade. Só isso.

      Certo. Mas só para saberes (.......) diga-se de passagem.
      Cada um tem o direito à sua opinião, e à decisão de como deve viver a sua vida.
      Eu tenho a opinião X, você tem a opinião Y; eu não me devo calar e viver a minha vida como você acha que eu devo viver (e o mesmo para você); e as outras pessoas também têm o direito à sua escolha.

      Posso estar errada, mas parece-me que você deve ver-me como alguém que desrespeita os homens, que quer que as mulheres dominem o mundo (lol) e que o homem obedeça à mulher e tudo mais. Não! Aliás, se me conhecesse, via que eu sou tudo menos igual às uma feminiza promiscuas que desprezam os homens que andam por aí. Não defendo a promiscuidade, nem o patriarcado, defendo um meio termo. Pode parecer complicado, mas é possivel.

      O mundo mudou, e mesmo não parecendo, o mundo nunca esteve mais pacifico do que agora ;) Nada é como era, não voltará a ser, e é necessário que todos se adaptem.

      Eliminar
    9. Estava à espera que me explicasse o porquê. Pode explicar?

      Segundo seu comentário, você defende uma IGUALDADE sobre a liberdade sexual de Homens e mulheres. Essa igualdade sexual é próprio das feministas, e como de seguida já foi super agressiva com o Lucas, estás a completar o tipo comportamental delas. Então, de primeira impressão tu me pareceu feminista. E agora, lendo tudo que já escrevemos, eu tenho certeza.

      É um direito de cada um, o que você quer que eu explique exactamente? Defendo que tanto a mulher como o homem, têm o direito de decidir aquilo que querem fazer da sua vida, do seu corpo, e de como viver a sua sexualidade (E também, que cada um tem o direito de escolher quem quer para ser seu parceiro! Por exemplo: toda a gente tem o direito de decidir se vai adoptar um estilo de vida promiscuo, MAS, as pessoas também têm o direito de recusar alguém promiscuo como parceiro) Entendeu agora? ;)

      Entendi e pelo teu pensamento reforça o que me fez pensar. :)


      Eu não queria dizer para que não rebatessem a minha opinião só porque sim, mas sim para não misturar assuntos, porque parece que TUDO o que seja dito (tratando-se de feminismo ou não) é aproveitado para deitar abaixo o feminismo, entende?. Mas de qualquer das maneiras, não foi minha intenção ser agressiva, peço desculpa se deixei passar essa impressão, mas é bastante frustrante falar de algo e ver que alguém apenas fala de feminismo-feminismo-feminismo, quando o comentário inicial nem tratava de feminismo, entende? Mais uma vez, peço desculpa! =)

      Não há problema, eu só quis te mostrar que a agressividade e os pensamentos escritos nos faz ter breve noção de como é a pessoa. Você, pra mim, tem um pensamento e comportamento feminista por tudo que escreveu. Mas nem por isso, precisamos nos atracar. Aqui é mesmo um lugar para expor pensamentos e ir comentando até que as ideias se estafem...é bom para analisar como o outro pensa e sente. Assim como achas que vivo em outro mundo como já citou umas duas vezes.

      Certo. Mas só para saberes (.......) diga-se de passagem.
      Cada um tem o direito à sua opinião, e à decisão de como deve viver a sua vida.
      Eu tenho a opinião X, você tem a opinião Y; eu não me devo calar e viver a minha vida como você acha que eu devo viver (e o mesmo para você); e as outras pessoas também têm o direito à sua escolha.


      Foi uma explicação de que o feminismo não se resume ao ódio e morte aos Homens. E, claro, estamos aqui para debater.



      Eliminar
    10. @Pats

      Se, segundo aquilo que defendo, pertenço 'grupo' das Feministas, então o Feminismo não pode ser assim tão mau.

      Não se pode juntar tudo no mesmo saco. Tenho orgulho das minhas escolhas, e mesmo que não apoie tudo aquilo que o meu suposto "grupo" pregue, sou automaticamente relacionada aos maus actos dese grupo. É triste, mas o preconceito ainda existe.

      Eliminar
    11. Deb

      Cada pessoa pode fazer o que quiser com a sua própria vida, não critico as escolhas pessoais de ninguém, cada um é livre. Mas eu falo mal do comportamento feminista... como falo mal do comportamento homossexual ativista, como falo mal de outros comportamentos...do qual não aprovo, é um direito.

      O Feminismo é horrível, mas mesmo assim, não posso interferir na vida individual das pessoas...foi escolha de cada um. Só posso interferir no movimento, no comportamento do movimento que afeta a minha vida e muitos a minha volta e também de toda uma sociedade.

      Se o feminismo não fosse mal, não fariam o que fazem com os Homens e nem o que tentam com as mulheres tradicionais.

      Sabia que para as feministas a vida de um Homem vale menos que a vida de uma mulher?

      Eliminar
  10. Infelizmente eu namoro uma mulher promiscua ela me contou que ja teve varios parceiros sexuais, enquanto eu so tive uma. mais não tenho saida, ainda não encontrei uma mulher conservadora na minha vida e vejc que infelizmente no momento vou ter que me contentar com essa situação pq hj em dia é raro encontrar uma mulher que se valorize. É uma sensação ruim mais não tenho outra opção, A culpa toda é dessa midia que manipula a mente da sociedade!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sai dessa situação enquanto é tempo porque enquanto estás com uma mulher promíscua, podes estar a afastar de ti a mulher casta que Deus tem preparado para ti.

      E se vais procurar uma mulher casta, primeiro sê casto tu e depois procura uma mulher casta.

      (Escusado será dizer isto, mas para encontrar mulheres castas tens que andar em ambientes onde elas existem. Andar em discotecas e baladas em busca de uma mulher casta para casar não faz sentido nenhum.)

      Eliminar
    2. largue ela, a melhor coisa que vc faz... ela não merece alguem tão idiota.

      Eliminar
  11. Quarenta anos de indoutrinação feminista não conseguiram transformar a preferência masculina em casar com mulheres sexualmente conservadoras, por isso as feministas voltaram-se (com algum sucesso) para outra estratégia: convencer e transformar as mulheres em objetos sexuais, ao invés de re-avaliar as suas crenças o que as feministas tentam fazer é reduzir todas as mulheres a objetos sexuais de forma a que os homens não tenham por onde escolher senão entre uma delas.

    Talvez por isso é que as feministas tenham um ódio tão grande pela mulher conservadora que mantém o seu respeito e não “extravasa”. Essas mulheres são aquelas suficientemente confiantes para saber que não precisam de sexo promiscuo para se sentirem melhores.

    Todos sabem que instintivamente Homens não gostam de mulheres promíscuas para relacionamentos, elas não inspiram confiança e deixa nossa auto estima baixíssima perante a sociedade.

    Minha definição de mulher promiscua é a que se relaciona com dois parceiros ao mesmo tempo e não consegue relação estável com ninguém, desta forma toda mulher que não se deixa por as 'rédeas' é promíscua.

    De forma a agravar mais ainda todos os novos parceiros sexuais que as mulheres aceitam não só tornam essas mulheres marginalmente menos atraentes aos olhos dos homens interessados em compromissos permanentes, como também reduzem o seu potencial valor marital.

    ResponderEliminar
  12. Eu sou homem, sou solteiro e quero me casar. Sobre essa história de promiscuidade, eu não dou importância à quantidade de parceiros sexuais que uma mulher tenha tido. A única coisa que eu NÃO QUERO é ter que criar filhos dos outros homens. O problema é que se uma mulher é muito promiscua e quiser ser mãe, dificilmente ela vai esperar pelo casamento para ter filhos. E, para mim, isso estraga tudo. Eu sempre rejeitei todas as mães solteiras e mães divorciadas que se interessaram por mim, e sempre rejeitarei.

    ResponderEliminar

Os 10 mandamentos do comentador responsável:
1. Não serás excessivamente longo.
2. Não dirás falso testemunho.
3. Não comentarás sem deixar o teu nome.
4. Não blasfemarás porque certamente o editor do blogue não terá por inocente quem blasfemar contra o seu Deus.
5. Não te desviarás do assunto.
6. Não responderás só com links.
7. Não usarás de linguagem PROFANA e GROSSEIRA.
8. Não serás demasiado curioso.
9. Não alegarás o que não podes evidenciar.
10. Não escreverás só em maiúsculas.
-------------
OBS: A moderação dos comentários está activada, portanto se o teu comentário não aparecer logo, é porque ainda não foi aprovado.

ATENÇÃO: Não será aceite comentário algum que não se faça acompanhar com o nome do comentador. ("Unknown" não é nome pessoal).

ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

PRINT