sábado, 24 de dezembro de 2011

O Enxame Feminista OU A Não Existente Distinção Entre "Moderada" e "Radical"


Uma das linhas de argumentação usadas pelas feministas é:
As feministas não são todas iguais.
Paralelamente, ouviremos coisas como
  • "o feminismo não é monolítico",
  • "nem todas as feministas são iguais",
  • "nós não somos todas radicais",
  • "não queremos a supremacia feminina",

etc, etc...

No entanto, o que nunca ouviremos é estas feministas repudiarem EXPLICITAMENTE a retórica agressiva e carregada de ódio das feministas radicais que abertamente promovem o "fim do homem" e a supremacia feminina.

Tal como Adam Kostakis diz:

As feministas sinceras nem sempre tencionaram levar a cabo os propósitos enumerados pelas feministas radicais. Mas como elas fazem parte do colectivo feminista, elas irão agir como membros do colectivo.

Mesmo que elas não participem na perseguição activa dos homens. elas serão proibidas - como regra tácita - de exibir qualquer tipo de simpatia pelos homens - independentemente do sofrimento destes.

Aquelas que violarem esta lei não-falada, serão prontamente expulsas e catalogadas como anti-feministas e sujeitas ataques malignos do grupo.

Nenhuma feminista tentará impedir o processo de eliminação do homem, nem sentirá ela qualquer tipo de arrependimento mal isso esteja completo se ela se mantiver como feminista.

Se observarmos com atenção, elas nunca dirão que o seu feminismo sincero é o verdadeiro feminismo, enquanto que o mais radical não é o "verdadeiro" feminismo. As feministas não-radicais raramente - se alguma vez - condenam o ódio que as radicais propagam. Em vez disso, elas evitam cuidadosamente o assunto, mostram algumas "diferenças" e mudam logo de assunto.

Pessoalmente falando, isso já aconteceu comigo quando falava com uma das editoras do blogue "Feministas 100 Fronteiras". Ela teve o cuidado de se distanciar das feministas radicais mas nunca as qualificou de "não serem feministas".

A fraude nas definições.

"Lê a definição no dicionário" grita a igualitária feminista, "o feminismo centra-se na igualdade. Se alguém diz algo diferente ou odeia os homens, então, por definição, esse alguém não é uma feminista."

É mesmo?

Então porque é que estas feministas não-radicais não dizem, por exemplo, "A Andrea Dworkin afirmou que todos os homens são essencialmente violadores e isto não está de acordo com o feminismo, e desde logo Dworkin não era uma feminista" ?

Claramente, a querida Dworkin está em busca da igualdade; porque é que ela ainda é qualificada de feminista pelas feministas "moderadas"?

E que dizer da doente mental Valerie Solanas?

Subsistem ainda fêmeas com mente cívica, responsáveis, em busca de emoções fortes e prontas a subverter o governo, eliminar o sistema monetário . . . . e destruir o sexo masculino.
Ou a Robin Morgan?
Sinto que o ódio aos homens é um acto político nobre e viável, e que os oprimidos possuem o direito de ódio de classes contra a classe que os oprime.
(Reparem na retórica marxista na boca da Solanas e da estúpida da Morgan.)

Voltando ainda para a Andreia Dworkin:

Quero ver um homem espancado até sangrar e com um salto alto enfiado na sua boca, tipo uma maçã enfiada na boca dum porco.
Germaine Greer?
Acho que a testosterona é um veneno raro.
Ou a Catherine MacKinnon?
Toda a actividade sexual, mesmo a consensual entre um casal, é um acto de violência perpetrado contra a mulher.
Ou a Marilyn French?
Todos os homens são violadores e é isso que eles são.
Alguma vez ouvimos qualquer feminista afirmar que estas feministas notáveis, misândricas confessas, não eram feministas?

Porque é que achas que isso nunca aconteceu?

Eu digo-te porquê: é porque elas possuem uma irmandade próxima com estas outras feministas.

. . . .

Uma feminista pode não concordar com este tipo de misandria e pode mesmo discordar com sinceridade em alguns pontos, mas ela não irá qualificar as pessoas que promovem este ódio como alguém fora da irmandade uma vez que ela olha para elas como aliadas e ícones a seguir.

É muito difícil rejeitar uma heroína, alguém cujos livros ela pode ter lido quando era uma jovem feminista; alguém que ela cresceu a admirar.

Elas são iguais umas às outras, lutando pelos mesmos objectivos, vivendo na mesma tenda e lançando o mesmo ódio ao mesmo alvo seleccionado: o homem.

Devido à sua explícita irmandade, esta aceitação incondicional umas das outras independentemente do quão cheias de ódio elas podem ser, eu comparo as feministas a um enxame de vespas determinadas a ferroar um homem infortunado.

"This is what a Feminist looks like"

Elas fazem um zumbido feroz à volta do homem, envolvendo-o numa nuvem de miséria e dor.

  • Algumas picam só uma vez; outras picam múltiplas vezes.
  • Algumas picam-no em áreas sensíveis; outras picam-no em áreas menos sensíveis.
  • Algumas possuem ferrões extremamente dolorosos; outras não.
  • Algumas não o picam; apenas voam à sua volta como forma de o deixar confuso.
  • Algumas nem possuem ferrões, mas atiram-se a ele, desejando ter ferrões.
  • Algumas ficam à alguma distância das ferroadas, mas guiam e dirigem outras vespas para o alvo (o homem).
  • Algumas são demasiado jovens para possuir ferrões poderosos, e como tal, observam ao longe e aprendem.
  • Algumas ficam em guarda, prontas a atacar qualquer coisa que possa prejudicar as vespas enquanto elas estão ocupadas a picar o homem.
  • Algumas continuam a recolher comida e material para o enxame como forma de alimentar as vespas atacantes quando estas voltarem.
  • Algumas apenas observam os incidentes e apreciam o espectáculo.

Justiça aproxima-se.

Podemos portanto observar que nem todas as vespas são iguais e nem todas levam a cabo as mesmas funções.

No entanto, apesar das distinções entre as vespas individuais, e apesar das diferenças entre o que as vespas estão a fazer, todas elas são vespas, todas elas fazem parte do mesmo enxame e todas elas estão envolvidas no ataque ao homem.

Agora coloquem-se no lugar dum controlador de pragas que chega a um sítio precisamente na altura exacta para acabar com esta pestilência.

Onde é que se encontram essas feministas irritantes?

Será que perderias tempo a examinar cada uma das vespas antes de neutraliza-las com um químico especifico? Será que haverias de tentar saber quantas ferroadas cada uma das vespas levou a cabo e julga-las segundo essa contagem? Deverias tu tentar distinguir entre as vespas "moderadas" e as vespas "radicais"?

Não.

Tu claramente haverias de verificar que tipo de pestes decidiram fazer parte deste ninho sórdido e erradicá-las todas em massa.

Sem misericórdia.

Sem perdão.

Não há inocentes neste ninho e qualquer controlador de peste decente estaria determinado em destruir todas as vespas que se encontrassem no local. Ele estaria determinado em erradicar todas as vespas duma assentada.

Bem como o ninho.

E os ovos.

Para além disso, o profissional certificaria-se que mais nenhum enxame se formasse em qualquer outra parte da casa, prevenindo assim que outras pessoas da habitação tenham que lidar com tal virulência num futuro próximo.

Sim, esta é a forma de fazer as coisas.

A única forma.

Se as feministas "não-radicais" querem escapar ao químico, elas têm que sair do ninho feminista enquanto podem.

Se em vez disso elas (as feministas "moderadas") continuam no mesmo enxame, ajudando a causa feminista, suportando financeiramente a causa, e recusando-se a cortar todos os laços com esta ideologia de ódio com o nome de feminismo, o Controlador de pragas (isto, o Juiz Supremo) vai-Se certificar de tratar todas de igual modo - sem apelo e nem agravo.

O povo diz e com razão: "diz-me com quem andas, e dir-te-ei quem és."

"Pelo que, saí do meio deles, e apartai-vos, diz o Senhor; e não toqueis nada imundo, e Eu vos receberei"
2 Coríntios 6:17


Modificado a partir do original.


34 comentários:

  1. bom, o machismo deve ser combatido de alguma forma não acha? claro que é ridículo e absurdo os comentários das feministas citadas, mas toda mulher tem um lado feminista, pois não dá pra engolir todos os preconceitos machistas que suportamos no dia a dia. fica muito difícil para um homem branco de classe média saber realmente o que é sofrer uma intolerância séria.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. toda mulher tem um lado feminista

      Sim, toda mulher sonha em ter um cargo de presidência de uma empresa, uma vaga na polícia, a chefia das finanças da casa e todas as outras funções masculinas sem ter a menor capacidade e a responsabilidade para tal.

      Aliás, esse post lembra bastante este post que escrevi na Manhood Academy Brasil, mas voltado ao ódio mostrado por mulheres anônimas. Este é mais aprofudado e focado no discurso de feministas famosas. Ótimo!

      Eliminar
    2. bom, pode começar difundindo essa sua teoria, na terra dos filhos de Alá pois lá realmente existe uma cultura do estupro.

      Eliminar
  2. ah, esquece o que escrevi. eu dei uma boa olhada no seu blog e vi que defende o machismo. energia gasta à toa.

    ResponderEliminar
  3. Ei, eu concordo com Cherry, mas discordo de seu unilateralismo... Deve-se não combater somente o machismo, mas também o femismo... A pessoa que qualifica o mundo como machista é justamente aquela que não olha para ambos os lados da história e a vê somente - e unicamente - do ponto de vista feminino...

    Combata os dois, machismo e femismo. Se mulheres encaram o machismo, homens também encaram o femismo, outrora encaram e tem de aceitar, pois a sociedade ainda não aceita - até os dias atuais - que eles reclamem e postulem a discriminação que sofrem.

    ResponderEliminar
  4. Outra observação nítida é que você nunca viu um masculinista escrever um livro e defender POLITICAMENTE a discriminação contra o homem.

    ResponderEliminar
  5. Vocês, mulheres, querem mesmo acabar com o machismo?

    Pois bem, vão trabalhar em minas; em empregos insalubres. Sustentem os seus maridos. Paguem a conta do restaurante. Transem com qualquer homem na rua, sem qualquer tipo de exigência.

    Lutem contra leis que privilegiem unilateralmente as mulheres.

    Ah, me esqueci: boicotem todos os benefícios do patriarcado opressor, como a tecnologia (criada por homens).

    ResponderEliminar
  6. o movimento feminista é uma fraude, que foi criada por puro e simples desejo das feministas em ser superior a os homens, isso é resultado da profunda inveja que esse tipo de mulher possui em relação aos talentos masculinos.

    ResponderEliminar
  7. "bom, o machismo deve ser combatido de alguma forma não acha?"

    Já começou a resposta sugerindo uma desculpa para todas as atitudes misândricas comprovadas no texto.

    Os fins não justificam os meios. Muito egoísmo da sua parte achar que o mundo gira em torno de suas necessidades. Deve-se ter maturidade para reconhecer os problemas alheios.

    "claro que é ridículo e absurdo os comentários das feministas citadas, mas toda mulher tem um lado feminista"

    A indoutrinação exercita sob essa mulher foi tão forte que agora feminista virou sinônimo de feminino.

    Feminino é tudo aquilo que remete à característica organológicas naturalmente acentuadas no ou exclusivas do sexo feminino.

    Feminismo é um dos braços do marxismo, que seduz as mulheres com possibilidades ilimitadas de exibicionismo (prestígio e consumo), afirmando falsamente que os homens conspiram para impedir a liberdade das mulheres.

    Em primeiro lugar, se os homens fossem realmente opressores, eles não precisariam fazer isso de maneira velada. Eles simplesmente usariam a força e a racionalidade para forçar as mulheres ao "status de um animal" (como uma vez disse uma feminista). O que aconteceu foi o contrário: o homem fez tudo em prol do conforto e felicidade da mulher, e hoje muitas mulheres contribuem para a misândria que visa exterminar homens. Nunca existiu uma conspiração contra o gênero feminino. Historicamente, existiu [e ainda existe] opressão dos ricos [homens e mulheres ricas] contra os pobres [homens e mulheres pobres].

    Em segundo lugar, porque as feministas nunca se esforçam para desbancar os homens poderosos, ricos e famosos? Esses são os homens que possuem o poder de oprimir. Porque os esforços são sempre voltados ao homem comum, que não possue poder de mudar o mundo? Além disso, porque as feministas nunca se esforçam para desbancar mulheres poderosas que usam sua influência para oprimir?

    [continua no próximo comentário]

    ResponderEliminar
  8. "pois não dá pra engolir todos os preconceitos machistas que suportamos no dia a dia. fica muito difícil para um homem branco de classe média saber realmente o que é sofrer uma intolerância séria."

    Não escreva sem antes saber do que está falando.

    Dê uma boa olhada em todas as postagens desse blog e veja notícias e dados estatísticos comprovando que as mulheres possuem mais direitos que os homens, que quase a totalidade dos meios de comunicação são feminizados e direcionados para a mulher, que elas possuem a quase totalidade das políticas públicas a seu favor mesmo que os homens sejam mais vítimas de violência e acidentes.

    A vida da mulher é um passeio no parque se comparado ao do homem.

    [Bebês] São as preferidas nas escolhas de adoção.
    [Crianças] Possuem tratamento preferencial em comparação aos meninos e levam castigos muito menos rigorosos. Sofrem menos violência e assassinatos.
    [Adolescentes] Sofrem menor pressão hormonal, permanecendo calmas enquanto controlam uma legião de homens que não estão habituados com seus próprios hormônios. Manipulam professores e colegas com infantilidade e sedução, recebendo presentes, favores, e às vezes notas de graça.
    [Adultas] Possuem prioridade na admissão profissional, seja usando seu charme ou políticas públicas, passando à frente de candidatos muito mais qualificados e competentes. Recebem penas menores para os mesmos crimes. Aposentam-se mais cedo. São dispensadas de qualquer obrigação militar. Podem extorquir qualquer homem com a lei de alimentos gravídicos. Recebem pensão até mesmo quando o homem tem menor condição social. Sempre ficam com a guarda dos filhos. Podem causar violência doméstica no homem sem serem punidas. 15 minutos de descanso para horas extras. Licença maternidade maior que a paternidade, mesmo para filhos adotivos. Facilidade sexual (em uma noite, uma mulher pode atrair 40 parceiros. Em uma vida, o homem que atrair 10 já é destacado). Etc.

    "ah, esquece o que escrevi. eu dei uma boa olhada no seu blog e vi que defende o machismo. energia gasta à toa."

    Viram só, pessoal? Quando uma feminista vê argumentos coerentes, com estudos, estatísticas, notícias e fatos, o que ela faz?

    Isso só prova que as feministas, que dizem buscar igualdade, querem apenas mais direitos. Isso porque nos sentimentos delas, os homens não possuem sofrimentos e dificuldades, e mesmo que possuíssem, elas, por serem mulheres, merecem mais.

    A verdade é que a igualdade de uma feminista significa CONDIÇÕES DE VIDA QUE SE IGUALEM AO TAMANHO DO EGO! Ou seja, não é uma igualdade material, de oportunidades, de tratamento, etc e tal.

    E "igualdade" de ego. A feminista vê um empresário rico, famoso e bonitão e acha que é oprimida enquanto não for tão feliz quanto ele.

    ResponderEliminar
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Homem disfarçado... ou uma mulher com um aprofunda ignorância histórica e social?

      Eliminar
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    3. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    4. Melhor, Carina: mulher realista. A ignorância profunda histórica, social e econômica é tua. Ser feminista (=marxista) como tu é atestado de estupidez.

      Eliminar
    5. É difícil acreditar de uma mulher escreva tanta besteira, Catarina. Dá um desânimo...
      "assim como são homens que nos dão cargos de liderança!"
      Não não temos competência pra conquistar esses cargos, todas as mulheres que tem um cargo de liderança foi porque um homem foi "generoso" com ela. Foi isso que eu entendi do que você escreveu, é isso mesmo?
      Ainda bem que existem alguns homens que não são machistas se não eu e você não saberíamos nem ler e escrever agora. Ufaa!

      Confessa que teu nome é Alfredão.

      Eliminar
    6. É que é difícil acreditar que uma mulher escreveria tanta besteira, Catarina.
      "assim como são homens que nos dão cargos de liderança!"
      Quer dizer que as mulheres que estão numa posição de poder atualmente foi porque algum homem foi "generoso" com ela. Não não temos competência pra isso. Foi isso que entendi do que você escreveu, é isso mesmo?

      Confessa logo que seu nome real é Alfredão.

      Eliminar
    7. Coitadinha da Ju: só ela não sabe que mulher bonita consegue emprego mais fácil...será porque uma feminista achou que ela era linda? Ou porque o patrão não quer "canhão" na empresa? Ela não sabe que mulher feia tem que batalhar mais do que a bonita para subir na vida? Há muita gente competente sem um empurrãozinho (de boa aparência, relacionamentos, indicações, etc) que não chega a lugar nenhum (inclusive os homens).

      Catarina prova que há mulheres inteligentes e com senso de realidade, ao contrário das feministas (inclusive a Ju, Cherry, etc).

      Ju, confessa logo que teu nome é JUMENTA!

      Eliminar
    8. Abomino o feminismo, tal como abomino o machismo!

      = repudio a cultura do privilégio feminino em público, mas recuso-me a submeter à autoridade masculina pois sou "forte e independente"!

      Você não engana ninguém aqui, feministinha erustida!

      Eliminar
    9. Will Halford, foi o que de imediato detectei tão logo li a mesma frase e ainda complemento:


      "...Eu não sou Feminista! Sou Feminina tenho muito orgulho em ser mulher e adoro todos os homens que me rodeiam!..."

      Isso não mostra e nem prova nada... dizer que adora os Homens que a rodeia não quer dizer absolutamente nada!


      "...A mulher não é superior, nem o homem, pois complementam-se!..."

      ERRADO! A mulher é, sempre foi e sempre será submissa ao Homem, queiram aceitar isso ou não. Pela hierarquia o Homem é sim (e Glória a Deus por isso) superior a mulher. Isso não é mau, é muito bom. É o nosso equilíbrio. Eles dominantes e nós submissas. Quem acha que somos IGUAIS ou que devemos ser IGUAIS... está com certeza com um pé bem fincado no feminismo.


      "...Abomino o feminismo, tal como abomino o machismo!..."

      Will Halford respondeu muito bem.


      Eliminar
    10. Para Will Halford :Sobre o feminismo..seu livro, o da Manhood Academy,(os pricipios que regem a interação social) é um livro que bota a culpa de tudo no homem, como sempre, e trata as mulheres como coitadinhas que não tiveram culpa do feminismo. Elas tem culpa sim, diga isso que não para uma criança de dois anos, são pessoas responsáveis de seus atos. Além disso, diz que o homem tem que fazer todo o trabalho e se esforçar sempre pra ter autoridade, pra sacar as mulheres do trem desgovernado que elas criaram. SÓ QUE NãO. Agora acabou, a dinâmica entre os sexos está acabada para sempre, e por que somos sempre nós que temos que fazer tudo? Já estamos cansados da cretinice delas, e ter sempre que salva-las. Elas que se salvem sozinhas agora. Não merecem esse esforço.

      Eliminar
  10. "fica muito difícil para um homem branco de classe média saber realmente o que é sofrer uma intolerância séria."
    .
    piada ,só pode!
    .
    _ quem é o alvo numero 1 da criminalidade nos países ocidentais?!
    _contra quem é incitado ódio em letras de rap que 100% dos marginais idolatram?!
    _quem é o bode expiatório preferido de todas as "minorias"?!
    .
    engraçado estas feministas ,pois ignoram a própria realidade em que vivem em nome seu ódio cego contra o homem branco.ignoram por exemplo, que os casos de violência contra mulheres(de qualquer raça) fora e dentro de casa ,em 99% das vezes são cometidos ,não por um homem branco de classe média ,mas por um não-branco de uma classe social qualquer!

    ResponderEliminar
  11. Belo texto. O engraçado é que pelo menos aqui no Brasil a gente ouve que homem não presta de qualquer zinha que se frustrou com um ou dois cafajestes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E os bons rapazes acabam recebendo a punição que o cafajeste (que elas A-MA-VAM)deveria receber. Assim, eles acabam acreditando que as outras são tão pilantras quanto à qualquerzinha...

      Eliminar
  12. Outra coisa q gostaria de salientar é o uso da palavra FEMISMO, muito comum no Brasil, não sei se é me Portugal. Femismo é maior engodo q existe, elas criaram este termo para q a imagem do feminsimo nao fosse prejudicada. Quando apontam o radicalismo e misandria presente no feminismo, as/os feministas vem dizendo que isso é femismo. Não existe femismo, somente feminsimo.

    Não caiam nessa armadilha.

    ResponderEliminar
  13. Possuimos um blog novo,uma page no facebook e canal no youtube.

    Sempre aparece uma feminista ou um feminista para agredir,enviando e-mails agressivos,etc etc.

    Somos descrentes que existam feministas sem a sua palavra-chave de personalidade:radicalismo que elas/eles fingem ser igualdade.

    ResponderEliminar
  14. Bem, para mim existe realmente a diferença entre a feminista radical e a moderada.
    Umas são vadias, adúlteras, rancorosas, cruéis, odeiam falar mal de homens e são uma princesinhas mimadas e arrogantes.
    As radicais, ao contrário das moderadas, são as que são, ou desejam ser, lésbicas. São as capazes de matar os próprios filhos com requintado prazer. Odeiam de tal forma os homens que dão urras de alegria quando veem uma injustiça contra os elementos do sexo masculino.
    Esse segundo tipo de feminismo é capaz de cometer abortos em série sem o menor arrependimento. São cascas cheias de ódio.

    ResponderEliminar
  15. Sugiro aos rapazes aqui presentes, indignados com as mulheres que não se encaixam nos seus padrões de feminilidade, que se relacionem com mulheres que pensem como vocês, ou seja, gostem de ser submissas, dominadas e, além disto, que tenham certeza que são deficitárias em comparação com homens. É simples assim. Prá que tanta discussão? Cada um na sua.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas é isso mesmo que muitos homens já estao a fazer: usam as feminista só para sexo, mas casam-se com as mulheres conservadoras e/ou mais tradicionais. Enquanto isso, as feministas vão coleccionado gatos e Prozac.

      Além disso, como o feminazismo afecta toda a sociedade, é importante lançar críticas a esse movimento baseado no ódio, preconceito e discriminação.

      Eliminar
  16. Interessante sua comparação entre feministas e vespas sociais. Entretando gostaria de ressaltar que além das vespas sociais, existe também a vespa parasita, que diferente diferente das vespas sociais(que criam suas larvas dentro da colônia para serem novas vespas), a vespa parasita escolhe outros animais para servirem de hospedeiros para suas larvas, essas seriam as feministas carreiristas, que não se opõem diretamente ao feminismo, mas aproveita ao máximo as vantagens obtidas por ele.

    E onde estão as feministas moderadas no meio disso? Simples, se as feministas são como vespas, as feministas moderadas seriam as larvas das vespas. Elas estão por aí, dentro das colônias(sendo alimentada para virar uma futura feminista) ou parasitando algum hospedeiro(empresas, governos, maridos, etc.).

    ResponderEliminar
  17. Também sou contra o machismo. Direitos iguais po! Mulheres em guerras já. Mulheres trabalhando em minas já. Mulheres aposentando mais tarde igual aos homens já! Mulheres bancando homens já! Mulheres que transam no primeiro encontro com qualquer um já!

    ResponderEliminar
  18. Interessante a forma que elas se revelam.

    O próprio texto diz, as mais "moderadas" não negam as "agressivas".

    E aqui nos comentários não houve uma pra negar a misandria promovida pelas agressivas.

    ResponderEliminar
  19. Precisamos e muito de bom senso. Nossa sociedade tá um caos! Por que tanto ódio? Tanta agressão? Somos agredidos todos os dias em nossos direitos como cidadãos. E sim, temos diferenças. Que mal há em ter bom senso e aceitar que o cérebro regido pela testosterona pensa e age diferente do cérebro regido pelo estrogênio? Devemos lutar contra a opressão ao ser humano, não ao gênero. Em todos os aspectos. Somos machistas sim, em muitas falas e atitudes. E podemos ser feministas também. O problema é o rótulo ou a palavra usada? Na história da humanidade sempre houve opressores e oprimidos. Temos que viver muitos séculos até chegar numa sociedade igualitária em direitos e deveres. Nem sei se sou feminista... se tentar ter direitos iguais, é ser, então sou. Durante bastante tempo, meu marido esteve desempregado, fazendo bicos e nunca me incomodei com o fato de que eu ganhava mais do que ele. Pois há compreensão, bom senso, respeito e amor entre nós. Apesar da família e de muitos 'amigos' acharem um absurdo sustentar "vagabundo". Isso não é machismo, tb? Os homens acabam por sofrer nas mãos de outros homens. E qual o problema de transar no primeiro encontro? Isso tb é machismo. Isso não impediu nosso casamento que vai completar 25 anos esse ano. Se todos estivessem preparados para respeitar o que é diferente de si não veríamos e nem leríamos muita coisa ruim

    ResponderEliminar
  20. Muito esclarecedor o texto. São todas iguais, é verdade.

    ResponderEliminar

Os 10 mandamentos do comentador responsável:
1. Não serás excessivamente longo.
2. Não dirás falso testemunho.
3. Não comentarás sem deixar o teu nome.
4. Não blasfemarás porque certamente o editor do blogue não terá por inocente quem blasfemar contra o seu Deus.
5. Não te desviarás do assunto.
6. Não responderás só com links.
7. Não usarás de linguagem PROFANA e GROSSEIRA.
8. Não serás demasiado curioso.
9. Não alegarás o que não podes evidenciar.
10. Não escreverás só em maiúsculas.
-------------
OBS: A moderação dos comentários está activada, portanto se o teu comentário não aparecer logo, é porque ainda não foi aprovado.

ATENÇÃO: Não será aceite comentário algum que não se faça acompanhar com o nome do comentador. ("Unknown" não é nome pessoal).

ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

PRINT