quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Como o feminismo ensina o ódio aos homens

Se este vídeo é genuíno, será curioso ver as feministas tentarem esconder o facto do feminismo ser uma ideologia baseada no ódio ao homem.

Se o feminismo não é uma ideologia de ódio, elas que condenem este tipo de acto. Elas que digam que quem faz este tipo de coisas viola os "princípios" de "igualdade" do feminismo (sejam lá quais forem).

Como é que nós chegamos a uma situação do mundo ocidental onde quem controla o sistema legal pertence a um grupo minoritário que visa usar a maioria como forma de avançar com uma ideologia de ódio? O feminismo é uma ideologia análoga ao nazismo; ambas descriminam seres humanos com base no código genético.

Como diz o autor do mesmo, este vídeo esteve no Youtube durante um ano. Quanto tempo é que um vídeo a simular o assassinato dum negro, duma mulher ou duma criança estaria no Youtube? Nem um dia.

O que é que isso nos diz acerca da política do Youtube?

video


15 comentários:

  1. Já vi muitos machistas, masculinistas e sanctos pregando o ódio e a violência contra a mulher, contra negros e outras pessoas que não se enquadram nas características que eles querem impor... E ninguém faz nada também. Feminismo não prega a guerra entre os sexos, e sim a igualdade. Quem prega o ódio não pode ser considerada feminista. Assim como quem prega que uma mulher deve ser submissa ou violentada, não pode ser considerado homem de verdade.

    ResponderEliminar
  2. Justiceira,

    Já vi muitos machistas, masculinistas e sanctos pregando o ódio e a violência contra a mulher

    Se pregam o ódio à mulher, então não podem ser masculinistas. Obrigado por tentares mentir nesse ponto, mas as tuas mentiras não terão liberdade aqui.

    contra negros e outras pessoas que não se enquadram nas características que eles querem impor...

    Imposição de "características" é algo que é endémico das feministas. Veja-se na forma como querem impôr a matança de bebés um pouco por todo o mundo, MESMO que a maioria das mulheres não queira esquartejar, decapitar, e sugar do útero o seu próprio filho.

    As parvas que fizeram em cima são feministas? De que forma é que o feminismo refuta o que elas ali fizeram?

    Como é possível que um vídeo que glorifica a matança de homens pode ter ficado UM ANO INTEIRO no youtube?

    Responde às perguntas senão nem te dês ao trabalho de comentares.

    ResponderEliminar
  3. A grande jogada do esquerdismo-ateu é exacerbar as diferenças sob o pretexto de soluciona-las. E nesta empreitada as feministas são uma excelente massa de manobra, como o são também os negros, os imigrantes, os gays, os adolescentes, etc. E nesta batida vão elas, enganando e sendo enganadas, para chegarem aos 50, 60 anos frustradas por não terem mais como serem apenas femininas e não feministas.

    ResponderEliminar
  4. Ao dono deste blog: Não sei se a notícia a seguir já foi tratada aqui, mas pode ser interessante destacar na capa do blog: http://en.rian.ru/world/20110708/165081413.html Na Ucrânia, as feministas estão enfurecidas e fazendo protestos. O motivo? Enquanto os homens se aposentam com 62 anos, as mulheres, que se aposentam com 55, terão a idade aumentada nos próximos anos para 60 anos. Uai, mas eu aprendi com o feminismo que somos todos iguais, a capacidade de todos é igual... Portanto, o tratamento deveria ser igual. As feministas, mais do que quaisquer outros, deveriam ser as primeiras a celebrarem esta redução de desigualdade, e protestar sim para que pudessem se aposentar com 62, iguais aos seus equivalentes masculinos. Mas tal não ocorre. Nestas horas, a hipocrisia deste movimento fica mais visível do que nunca. Também nunca as vi fazendo passeatas de peito de fora cobrando o dever de alistarem-se nas forças armadas e serem mandatoriamente enviadas para guerras caso clinicamente aptas. Pra você que adora expor a desonestidade e cretinice desta raça, tal notícia deve ser um prato cheio. Abraços, e boas festas.

    ResponderEliminar
  5. Para a estúpida da Justiceira:

    Escusas de comentar com letra maiúscula porque a idiotice dos teus comentários não vão ser aprovados enquanto tu não te portares como uma mulher adulta (e não a infantil criancinha que julga estar a marcar pontos para o feminismo desrespeitando as normas do blogue).

    Se tu te comportas como uma criança, eu vou-te tratar como uma criança.

    ResponderEliminar
  6. " E ninguém faz nada também. Feminismo não prega a guerra entre os sexos, e sim a igualdade " --> De fato o que viu foram masculinistas DA REAL explicitando ódio à mulher, outrora, me diga quando é que um masculinista não se posicionou contra um " GDR " ? TODO, mas TODO masculinista que eu tenho noção se posiciona contra os GDR's.

    O feminismo é igualdade? Hmmm... Interessante falar isto, mas é que eu não vejo - e nunca vi - isto... Principalmente onde rege o sistema judiciário.

    ResponderEliminar
  7. Se não bastasse, quando Solanas fora presa, as feministas clamaram pela sua libertação, alegando que ela era uma grande defensora das mulheres!

    Quem prega ódio contra o homem não deve ser considerada mulher...

    ResponderEliminar
  8. caro Lucas,

    já vi muitos machistas, masculinistas e sanctos pregando o ódio e a violência contra a mulher

    se pregam o ódio à mulher, então não podem ser masculinistas. obrigado por tentares mentir nesse ponto, mas as tuas mentiras não terão liberdade aqui. (acesse diferentes sites / blogs e fóruns masculinistas e compreenderá o que digo. vários dos que se dizem masculinistas falam em morte, opressão, submissão e etc)

    contra negros e outras pessoas que não se enquadram nas características que eles querem impor...

    imposição de "características" é algo que é endémico das feministas. veja-se na forma como querem impôr a matança de bebés um pouco por todo o mundo, mesmo que a maioria das mulheres não queira esquartejar, decapitar, e sugar do útero o seu próprio filho. (abortar não é matar. se abortar for matar,então a pílula do dia seguinte também deveria ser proibida, no entanto, vários homens e mulheres correm na farmácia comprar a pílula logo depois... e só quem tem o direito de decidir o que fazer com seu corpo é o dono de tal corpo. assim, se uma mulher engravida e não deseja ter a criança, somente ela pode decidir se vai levar até o final ou não. melhor do que abandonar depois (já exite muita criança abandona em nosso país, né?!) ou ficar mendigando a pensão de um pai que não está nem aí.e em relação o restante de seu comentário, volto a citar o que falei acima, em diversos blogs e fóruns os homens querem pautar o comportamento feminino, tentando voltar a um tempo onde eles conseguiam impor suas vontades, e contra os negros existem sim vários comentários que parecem ter saído de senhores de escravos de tempos atrás)

    as parvas que fizeram em cima são feministas? de que forma é que o feminismo refuta o que elas ali fizeram? (como já disse, o movimento feminista busca igualdade entre gêneros, busca que cada um tem direito de mandar no próprio corpo e destino. mas ninguém pode impedir que exista uma pessoa ou grupo que pregue a violência ou ódio. da mesma maneira existem vídeos no youtube, onde homens pregam a violência, o ódio e a submissão feminina, mas não podemos generalizar e dizer que todos os homens são assim. o que acontece aqui, é que muita gente distorce o movimento feminista e pega qualquer vídeos ou outro material escroto e culpa o feminismo. acho que estas pessoas precisam buscar informações, ler mais sobre igualdade entre gêneros e compreender os movimentos que surgem por diferentes pontos de vista. por exemplo, quem diz que abortar é errado, não busca entender através da ciência a situação, fecha os olhos para todas as mulheres que morrem em clínicas clandestinas, pq o aborto sempre vai existir sendo ou não legalizado. legalizar o aborto não quer dizer que todo mundo vai sair abortando depois de cada relação sexual, pq o preservativo é indispensável, visto as dst’s. sei que não tocou na questão religiosa, mas se for analisar, a igreja se opõe ao aborto assim como se opõe ao uso do preservativo, partindo dessa lógica então todos só podem fazer sexo se for para procriar... e todo mundo que sexo por prazer, não é mesmo?!)


    como é possível que um vídeo que glorifica a matança de homens pode ter ficado um ano inteiro no youtube?

    (isso foge o contrele de qualquer feminista ou outra pessoa, afinal, só se alguém for hacker para tirar aquele vídeo do youtube. isso cabe a justiça e ao próprio youtube. se existem pessoas incomodadas com isso, devem então se mobilizar e procurar autoridades que possam resolver a questão)

    ResponderEliminar
  9. caro Lucas
    quanto a questão dos negros, que já citei acima, leia o comentário do herberti. a propósito herberti. feministas, gays e etc não são ateus. podemos encontrar um ateu em qualquer grupo/ tribo. eu mesma, sou feminista e ainda assim acredito em uma força superior. como já disse shakspeare, há mais coisas entre o céu e a terra do que supõe vossa vã filosofia. o que eu me oponho e pode ser que nem todas as feministas assim pensem, é a questão da fé como algo institucionalizado (religiões). frustração? sou feminista de carteirinha, conheço várias que são, até mesmo minha mãe... e olha que ironia, tenho grandes amigos homens, já trabalhei com equipes formadas em sua maioria por homens tendo um deles no comando, assim como já comandei equipes de homens e jamais tive problemas com isso por ser mulher. minha mãe mesmo, é feminista e acredite, está casada com meu pai há mais de 25 anos. trabalham juntos como empresários. nossos 60 anos não serão frustrantes... qualquer pessoa, sendo ou não feminista ou de qualquer grupo social ou tribo, pode ter frustrações. frustrações não são inerentes a isso, podem surgir por um sonho não realizado, por falta de grana, por ter grana demais e etc. “feminina” e “feminista” podem andar juntos. tudo depende do estilo da pessoa, de seus gostos e etc. eu mesma, fesminista de carteirinha assim como outras tantas, usamos roupas super femininas, gostamos de filmes água com açúcar (e um bom terror), maquiagem e etc.

    ResponderEliminar
  10. caro Reli... guerra? em momentos difíceis de nosso país, as mulheres (talvez aquelas que nem se diziam feministas) lá estavam, como por exemplo no movimento caras pintadas. alistamento? na minha opinião, ninguém deveria ser obrigado a se alistar, nem homens, nem mulheres... agora, pedir que as feministas sejam obrigadas a se alistar quando as mulheres ainda não conquistaram salários iguais aos dos homens, já é demais... vamos por partes. e vamos combinar... já passou do momento das pessoas pararem de fazer guerra!

    ResponderEliminar
  11. Mas Lucas, você não aceitar meus comentários, só mostra que não é capaz de prosseguir num debate. Não aceita por medo de perder a razão perante aqueles que aqui comentam? Ou não aceita por ter de dar razão pelo que falo? Pense nisso! Mas agora pergunto a você: O que é ser mulher de verdade? Ninguém tem o direito de pautar o comportamento do outro. Somente uma mulher pode dizer o que é ser, realmente, mulher, porque aquele corpo pertence a ela bem como a condição sócio-cultural... Da mesma maneira que somente um homem pode dizer o que é ser, de fato, um homem pelas mesmas razões. Dificilmente um homem vai compreender as razões de ser do movimento feminista, porque ele não passou e ainda passa pelas situações. Como já disse outrora, poderia também pegar centenas de vídeos, blogs e fóruns que pregam o ódio contra a mulher e generalizar o comportamento masculino como tal, mas eu mesma tenho muitos amigos homens, colegas de faculdade, ou até mesmo meu pai, que não comportam-se assim. Agora, você pegar um vídeo e generalizar o comportamento feminista e ainda não aceitar quando alguém discorda de você, é melhor verificar quem está se comportando como uma criança. Aliás, acho que criança não é o termo apropriado aqui... Afinal, crianças, na inocência delas, não estariam aqui tentando debater sobre esse assunto.

    Eu não discordo de um todo com o seu blog, vi outros posts aqui bem interessantes ao contrário de blogs machistas-masculinistas que também não aceitaram meus comentários. O fato é que não posso concordar com a visão distorcida do feminismo.

    E de que importa se você aceita ou não meus comentários, porque de qualquer forma, ele foi direcionado a você... E você o leu!

    E se, por acaso, utilizei meu comentário em letras maiúsculas, foi apenas para diferenciá-lo dos pontos que você aborda para ninguém "se perder" no texto, já que não temos a opção de comentar com outras cores no blogspot.

    ResponderEliminar
  12. Justiceira,

    Por favor, tenta ser mais curta nos teus comentários.

    já vi muitos machistas, masculinistas e sanctos pregando o ódio e a violência contra a mulher

    Dá-me um exemplo de alguém que defende os direitos dos homens (masculinista) a apregoar violência contra as mulheres.
    Regra geral, nós excluímos do nosso meio que faz tal coisa, enquanto que as feministas aceitam quem promove violência contra os homens.

    acesse diferentes sites / blogs e fóruns masculinistas e compreenderá o que digo. vários dos que se dizem masculinistas falam em morte, opressão, submissão e etc

    Eu já acesso vários blogs e sites masculinistas e nenhum deles pactua com misoginia. No entanto, os blogs feministas estão infestados de misandria.

    abortar não é matar. se abortar for matar,então a pílula do dia seguinte também deveria ser proibida

    Ó feminista burra, abortar é terminar com a VIDA dum ser humano. Se não é um ser vivo, porque é que está em crescimento? Se não é um ser humano, porque é que nasce como um?

    no entanto, vários homens e mulheres correm na farmácia comprar a pílula logo depois...

    Dois erros não se transformam em uma coisa boa. Ninguém aqui defendeu o uso da pílula.

    e só quem tem o direito de decidir o que fazer com seu corpo é o dono de tal corpo.

    Mas o bébé não é o corpo da mulher. O bebé tem um código genético distinto, um sistema nervoso distinto, um coração distinto, e um sistema sanguíneo distinto.
    Um aborto mata um ser humano DISTINTO da mulher.

    assim, se uma mulher engravida e não deseja ter a criança, somente ela pode decidir se vai levar até o final ou não.

    Ainda bem que chamas de CRIANÇA ao ser que se encontra no útero. Obrigado por admitires que concordas com a matança de crianças se uma mulher assim quiser.

    Portanto, é esse o critério para se matar uma criança, certo? "Não quero ter esta criança; vou matá-la".


    melhor do que abandonar depois (já exite muita criança abandona em nosso país, né?!)

    Se a mera POSSIBILIDADE da criança ser abandonada é motivo para ela ser morta, então as crianças que DE FACTO estão abandonadas têm que começar a ser mortas a torto e a direito, certo?

    como já disse, o movimento feminista busca igualdade entre gêneros, busca que cada um tem direito de mandar no próprio corpo e destino.

    Continuas sem responder à pergunta. As estúpidas que que fizeram o vídeo de cima são verdadeiras feministas?

    mas ninguém pode impedir que exista uma pessoa ou grupo que pregue a violência ou ódio.


    Então vocês feministas têm que levantar a voz contra as feministas que pregam o ódio aos homens, tal como os masculinistas (e não os machistas) expulsam do seio meio quem prega a violência contra as mulheres. Vocês não fazem isso.

    é que muita gente distorce o movimento feminista e pega qualquer vídeos ou outro material escroto e culpa o feminismo.

    O que é que estas mulheres fizeram que é contra o feminismo?

    ResponderEliminar
  13. Justiceira,
    Se voltares a fazer comentários tão grandes como os últimos, os mesmos vã ser apagados. Ponto final.

    E mais:

    Eu não discordo de um todo com o seu blog, vi outros posts aqui bem interessantes ao contrário de blogs machistas-masculinistas que também não aceitaram meus comentários.

    Se tu tens o direito de defender o feminismo (que é uma ideologia que ensina o ódio aos homens) os machistas tem o direito de propagar a sua fé. Eu odeio o feminismo tal como odeio a misoginia.

    Machismo é o reverso de feminismo. Se uma está errada, a outra também está.


    O fato é que não posso concordar com a visão distorcida do feminismo.

    A visão do feminismo aqui revelada está de acordo com o que as feministas publicam e publicaram no passado.

    ResponderEliminar
  14. Femismo - Machismo

    Feminismo - Masculinismo


    O femismo acredita que a mulher é superior ao homem, assim como o machismo acredita que o homem é superior a mulher. E isso gera o ódio. E isso deve ser repudiado.

    Feminismo luta para que as mulheres tenham direitos iguais aos homens, como na política e nas questões salariais. Ou desconsidera que muitas mulheres ganham menos que os homens para realizar as mesmas tarefas?

    Masculinismo, pelo que compreendi ao ler na internet, luta também pelos direitos dos homens, como na questão de leis desiguais...

    O que está acontecendo aqui é uma generalização de todos os termos.

    Quanto ao que perguntou anteriormente, quanto aos blogs, leia o fórum dos "homens honrados", o blog do enigmático e realístico ou mesmo o doutrinador, e principalmente os sanctos... já li muitos textos e comentários, inclusive, defendendo o estupro, a submissão feminina, a violência e ainda termos de baixo calão...

    Agora, não me chame de burra, porque não estou me referindo a você utilizando tais termos. O que estou propondo é um debate. E um debate também se faz através de pessoas que discordam em vários pontos.

    Sobre a questão do aborto, já me posicionei contra. Depois de ler muito sobre o assunto e buscar informações de ambos os lados, mudei minha visão e passei a ser a favor. Citei a pílula do dia seguinte para fazer uma mera comparação... Afinal, a pílula do dia seguinte não deixa de ser uma maneira de abortar, no entanto, muita gente que condena o aborto, já utilizou. E ainda neste contexto, então, em caso de estupro, também não deveria ser permitido o aborto? No entanto é...

    Eu só acho que não podemos fugir ao debate. Talvez com diferentes / contrários pontos de vista, chegamos a um equilíbrio.

    ResponderEliminar
  15. Justiceira,

    Femismo - Machismo

    Feminismo - Masculinismo


    Falso. A Solanas era uma feminista? Aquelas que defendem que a mulher é superior ao homem são femistas ou feministas? Porque é que elas se identificam como feministas, e as outras feministas nada fazem para extirpar essas doentes mentais do seu seio, tal como os masculinistas removem os misóginos do seu meio?


    O femismo acredita que a mulher é superior ao homem, assim como o machismo acredita que o homem é superior a mulher.

    O feminismo acredita que a mulher é superior à mulher.

    Feminismo luta para que as mulheres tenham direitos iguais aos homens, como na política e nas questões salariais.

    Só direitos? E as obrigações?

    Ou desconsidera que muitas mulheres ganham menos que os homens para realizar as mesmas tarefas?

    AS mulheres ganham menos porque produzem menos.
    Por exemplo, quando se fala em salário é preciso levar 3 variáveis em consideração:
    1. Qualificação
    2. Posição
    3. Produtividade.

    As mulheres costumam ter a 1 e a 2 igual à dos homens, mas falham rotundamente na 3. As mulheres ganham menos porque produzem menos; saiem mais cedo para ir buscar os filhos, não trabalham aos fins de semana por causa dos filhos, etc, etc.

    AS mulheres solteiras ganham essencialmente o mesmo que os homens casados. As mulheres com filhos perdem na produtividade por escolha própria.

    Vê este texto:

    http://omarxismocultural.blogspot.com/2011/08/os-homens-recebem-mais-do-que-as.html
    Quanto ao que perguntou anteriormente, quanto aos blogs, leia o fórum dos "homens honrados", o blog do enigmático e realístico ou mesmo o doutrinador, e principalmente os sanctos... já li muitos textos e comentários, inclusive, defendendo o estupro, a submissão feminina, a violência e ainda termos de baixo calão...

    Dê-me as evidências do que alega e eu falo com os donos do Homens Honrados ou Doutrinador ou outro qualquer. Nem todos que se identificam como "masculinistas" o são de facto.
    O masculinismo não defende a violência contra mulheres, como o feminismo defende a violência contra homens.


    Sobre a questão do aborto, já me posicionei contra. Depois de ler muito sobre o assunto e buscar informações de ambos os lados, mudei minha visão e passei a ser a favor. Citei a pílula do dia seguinte para fazer uma mera comparação... Afinal, a pílula do dia seguinte não deixa de ser uma maneira de abortar, no entanto, muita gente que condena o aborto, já utilizou.


    MAs tu por acaso viste-me a defender a pílula?

    E ainda neste contexto, então, em caso de estupro, também não deveria ser permitido o aborto? No entanto é...


    Matar a criança pelo crime do pai é nojento.

    Lê este texto com atençao:

    http://abortoemportugal.blogspot.com/2011/03/e-no-caso-de-violacao.html

    diz-me aí em que situação é que é moralmente aceitável matar um bebé. Lembra-te: tu já chamaste o bebé no útero de "criança". Como tal, diz-me quais são as situações onde matar uma criança inocente é moralmente correcto.

    ResponderEliminar

Os 10 mandamentos do comentador responsável:
1. Não serás excessivamente longo.
2. Não dirás falso testemunho.
3. Não comentarás sem deixar o teu nome.
4. Não blasfemarás porque certamente o editor do blogue não terá por inocente quem blasfemar contra o seu Deus.
5. Não te desviarás do assunto.
6. Não responderás só com links.
7. Não usarás de linguagem PROFANA e GROSSEIRA.
8. Não serás demasiado curioso.
9. Não alegarás o que não podes evidenciar.
10. Não escreverás só em maiúsculas.
-------------
OBS: A moderação dos comentários está activada, portanto se o teu comentário não aparecer logo, é porque ainda não foi aprovado.

ATENÇÃO: Não será aceite comentário algum que não se faça acompanhar com o nome do comentador. ("Unknown" não é nome pessoal).

ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

PRINT