domingo, 7 de abril de 2013

Como a submissão feminina fortalece os casamentos



Nem todas as sogras são problemáticas, mas quando são, elas são uma fonte de grande frustração para as esposas. A maior parte das esposas tenta resolver o problema colocando mais pressão sobre as acções do marido. As mulheres podem colocar elevadas doses de pressão sobre o marido na forma de negação de sexo ou ameaças de divórcio, mas desta vez a sua "solução" recorrente é tremendamente ineficaz.

Ironicamente, o motivo que leva a que as mulheres se sintam vazias de poder contra as sogras é o facto delas (as esposas) terem tomado o lugar de poder dentro do casamento. Mal elas fazem isto, elas criam um matriarcado. Como membra mais sénior do clã, a sogra está acima da esposa. Devido a isto, nesta situação colocar pressão sobre o marido não funciona porque ele não está a agir como o líder e protector da família, mas sim como alguém que tenta placar duas mulheres que estão efectivamente acima dele. A sogra sentirá isto, mesmo que ela não consiga articulá-lo. Quando o seu filho lhe pede para mudar o comportamento, ela olha para ele segundo aquilo que ele é; um mensageiro da esposa, sobre quem a sogra tem mais autoridade.

A solução é simples: a mulher tem que abandonar a posição de líder da casa e ceder essa posição para o marido. Isto significa que ela tem abandonar as suas ferramentas de manipulação sobre o marido. (...) Isto requer algum tempo e esforço, e existem passos simples que a mulher pode tomar para motivar o marido a assumir o papel de líder e protector

A solução não é à prova de bala, mas é extremamente eficaz. Quase todos os homens são altamente protectores em relação àqueles que eles lideram, e se eles começarem a olhar para si mesmos como líderes da família, eles começarão naturalmente a olhar para si como os protectores da esposa. A sogra também se aperceberá da mudança, e como o marido está agora a operar segundo a sua natural autoridade, ela (a sogra) olhará para ele de forma mais séria do que a forma como ela olhava para ele quando ela o via como embaixador ou mensageiro da esposa.  

No seu círculo de amigas, a minha esposa têm dado este conselho às mulheres casadas, e embora a maioria fique revoltada com a ideia de deixar o marido a liderar a família, aquelas que seguiram o conselho ficaram surpresas com os resultados. Em muitos casos, a sogra não só acalmou, como se tornou agradável para a nora. Num caso uma sogra e uma nora, que estavam em constante conflito, passaram a apreciar a companhia uma da outra de tal forma que agora vão a muitos sítios juntas (lojas, restaurantes, etc). 

Patriarcado: funciona. Matriarcado? Não funciona e nem era suposto funcionar.

* * * * * * *

Uma coisa que é preciso esclarecer é que o autor do texto de maneira nenhuma está a dizer que todas as lideranças masculinas são perfeitas, ou que todas as  instituições/famílias lideradas por mulheres invariavelmente entrarão em colapso e desintegração. O que o texto claramente diz é que existe uma ordem NATURAL na hierarquia humana, e que essa ordem tem o homem como líder, e a mulher como alguém submissa a ele. Como diz uma mulher queniana, "De acordo com a lei natural, não é suposto um homem receber ordens duma mulher". Se isto é assim no local de trabalho, mais o é no casamento.

Para além disso, a submissão da mulher ao marido não tem nada de "humilhante" ou "degradante" - como afirmam algumas mulheres (e homens) - mas é algo que pode ser definido como " não ser uma concorrente contenciosa com o marido."

Por fim, e sem surpresa alguma, como a submissão feminina melhora os casamentos, não é de admirar que o movimento feminista seja contra ele. Como já se sabe, o feminismo tem como um dos seus propósitos a destruição dos casamentos e dos relacionamentos heterossexuais.

"Vós, mulheres, sujeitai-vos aos vossos maridos, como ao Senhor; Porque o marido é a cabeça da mulher, como, também, Cristo é a cabeça da igreja, sendo ele próprio o salvador do corpo. De sorte que, assim como a igreja está sujeita a Cristo, assim, também, as mulheres sejam, em tudo, sujeitas aos seus maridos." Efésios 5:22-24
....



21 comentários:

  1. Rs. Ainda bem que há pessoas que não foi manchado pelo marxismo cultural. Atualmente, somos peixes nadando em águas marxistas, por isso é tão difícil perceber o errado. Parabéns

    ResponderEliminar
  2. Mulheres submetei-vos aos vossos maridos

    É esta a vontade de DEUS.
    Alguma de vós se acha mais sabia que DEUS?
    Obedeçam a DEUS

    ResponderEliminar
  3. É humilhante ver um Homem receber ordens da esposa, aliás, de qualquer mulher. Já, a mulher, receber ordens e orientações do Homem é sentido pelas mulheres conservadoras como algo muito natural e agradável. A mulher quer isso do Homem. É horrível ver uma mulher querendo mandar no Homem e ser mais que ele.
    Com o Patriarcado as famílias estarão amparadas pela proteção do Homem e obediência da mulher e dos filhos, como tem que ser.

    http://alturl.com/neq4x

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. http://adalges.blogspot.com.br/2013/03/o-casal-cristao.html

      Eliminar
  4. Se me permites coloco aqui um comentário de uma mulher, que encontrei num blog masculinista.
    Esta não é só uma ideia "virtual", já encontrei mulheres que pensam de forma parecida.

    " O dia que inventarem o esperma artificial (que provavelmente será inventado por uma mulher, porque são as mais interessadas nisso) esqueça o sexo! Porque se inventarem um modo de mulheres terem filhos sem ter que ter um homem, olha, vocês nunca mais farão sexo! Existem vibradores muito melhores e mais potentes que pintos, acredite!"


    Será como no paraíso? entregaram-se ao tentador?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. São mulheres que não gostam de Homens e não acreditam em Deus. Sinto pena delas...

      Eliminar
    2. sapatonas..sonho delas é aniquilar o homem..mas esquecem q criança saudável precisa de figura masculina, não é só na hora do sexo. E outra..se um objeto material ( vibrador) substitui um ser humano na cabeça delas, então precisa rever seus conceito urgentemente. Depois q ela termina com seu vibrador, ela vai fazer o q? conversar com ele?

      Eliminar
  5. As mulheres não gostam de homens, a menos que sejam seus filhos. Qualquer pai de família já percebeu isso.

    Nenhum homem aceita ser dominado por sua esposa, e nenhuma mulher gosta de homem submisso. A menos que ela seja uma feminista lésbica, claro, e ele seja um "homo-afetivo".

    Se as "Donas Patroas" criarem menos problemas com seus maridos, teremos famílias melhores e cidadãos melhores.

    ResponderEliminar
  6. http://www.dailymail.co.uk/femail/article-2308216/To-submissive-woman-shows-real-strength-Former-volleyball-star-Gabrielle-Reece-brought-marriage-brink.html
    há um explícito tom de espanto, temo q as crianças dessa mulher possam ser perseguidas...

    ResponderEliminar
  7. Eu não quero viver desse jeito entristecedor só porque falam que deve ser assim. Tipo, vocês podem viver como conservadores, mas não precisam incentivar as pessoas a viverem assim. Ass:Nath

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ser naturalmente mulher e naturalmente Homem, não é triste, Nath. A submissão feminina e a dominação masculina é a união mais perfeita de um casal....e está muito acima do que as mulheres pensam. Não somos nós que ditamos isso, essa é a palavra de Deus...e ele nos fez(mulheres) naturalmente submissas aos nossos Homens(dominantes). Ir contra a natureza tem consequências... e ninguém está impondo nada é só um debate. Conhece a palavra debate? Expressar a sua opinião e debater é isso que acontece nos blogs e outras redes sociais.

      Se é entristecedor viver assim, para você...Como seria a forma feliz? Pode partilhar?

      Eliminar
  8. Submissão, viver debaixo dos pés de alguém, subalterna, sem vontade própria, capacho de um homem. É isso que você quer para sua filha? Então não queira para as filhas dos outros.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "Submissão, viver debaixo dos pés de alguém, subalterna, sem vontade própria, capacho de um homem. É isso que você quer para sua filha? Então não queira para as filhas dos outros."

      Não é essa a definição de submissão que muitas mulheres do mundo disponibilizam. Deve haver algum problema contigo, consequentemente.

      Eliminar
    2. É essa a definição real de submissão sem floreios, busque no dicionário, mulher é sensível, porém não é trouxa, vão com essa ideia de submissão lá para as negas biscates de vocês.

      Eliminar
  9. ação feminista começa a ser praticada quando ela entra na faixa de 75 kg

    ResponderEliminar
  10. Não tenham filhas mulheres, é só o que digo. Botar uma criança no mundo cuja o papel e o destino não vão além de uma sombra, é muito triste. Falo isso por experiência própria, eu nunca pude ser o que eu quis, nunca pude realmente ser livre, e isso é uma coisa que jamais vai acontecer, ser mulher não é ser um ser humano é ser apenas um complemento dele e é isso que a vida me ensinou desde pequena e esse site serve apenas como um complemento dessa ideia, assim como os jornais, as revistas, a tv, a bíblia, assim como a história. O feminismo é apenas uma ilusão de um mundo colorido, é como acreditar na vida pacifica entre muçulmanos e cristãos. Ser mulher é somente viver sob a sombra de uma homem e nada mais que isso.

    ResponderEliminar

Os 10 mandamentos do comentador responsável:
1. Não serás excessivamente longo.
2. Não dirás falso testemunho.
3. Não comentarás sem deixar o teu nome.
4. Não blasfemarás porque certamente o editor do blogue não terá por inocente quem blasfemar contra o seu Deus.
5. Não te desviarás do assunto.
6. Não responderás só com links.
7. Não usarás de linguagem PROFANA e GROSSEIRA.
8. Não serás demasiado curioso.
9. Não alegarás o que não podes evidenciar.
10. Não escreverás só em maiúsculas.
-------------
OBS: A moderação dos comentários está activada, portanto se o teu comentário não aparecer logo, é porque ainda não foi aprovado.

ATENÇÃO: Não será aceite comentário algum que não se faça acompanhar com o nome do comentador. ("Unknown" não é nome pessoal).

ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

PRINT