quinta-feira, 3 de maio de 2012

Feminismo tóxico


"Adeus mãezinha. Amo-te muito!"

"Também te amo muito, meu docinho!"

Uma mulher partia para o seu emprego. A troca de palavras entrou-me pela janela a dentro esta manhã. Não consegui ver quem falava mas esta interacção é um lembrete muito forte de que a ligação pais-filhos é uma das mais belas e recompensadoras que existe na vida. Infelizmente os Illuminati, uma seita satânica com frente feminista, progressista, socialista e homossexualista, trabalham de modo incessante para nos privar deste amor.

A mãe que disse as palavras de cima vai passar por dezenas de posteres como os que se vêem mais embaixo, mostrando organizações que alegadamente apoiam as famílias a caracterizar as crianças como demónios.

Desde que chamei atenção para estes cartazes - há mais dum mês - não tive qualquer tipo de reacção. As pessoas estão dessensibilizadas e dormentes. Foi do fluoreto? Foi das escolas e dos órgãos de informação? Como é que os meus vizinhos foram neutralizados?

Houve alguém que pintou um bigode de Hitler na criança. Pelo menos uma pessoa está alerta!

Hoje, e todos os dias da sua vida, a menina que afirmou amar a sua mãe vai ser bombardeada com mensagens criadas com o propósito de impedi-la de casar e ter filhos. As escolas ensinarão que as mulheres eram "oprimidas" pelo casamento e pela família. Agora, "emancipadas", as mulheres têm que ser "independentes" e ter carreiras profissionais.

Enquanto fazia zapping entre os canais televisivos, deparei-me com a série televisiva "Rookie Blue" onde uma das mulheres-polícia dizia à outra que "Tu não precisas de estar casada para ter uma família." A propaganda de ódio não pára. Mas eles não qualificam isso de "ódio" quando é engenharia social.

Tu precisas de estar casado para ter uma família bem sucedida. Tu precisas duma mãe e dum pai para gerar um filho. Tu precisas de amor e compromisso. A isso chama-se casamento.

Tenho um amigo de 30 anos que tem uma esposa dona-de-casa mãe de duas meninas. A sua filha de 7 anos brinca com bonecas e quer ser exactamente como a sua mãe. O meu amigo avisa a sua filha de que ela tem que arranjar um bom marido.

Sim, papá. Vou-me casar com alguém tal e qual ao meu papá.
O meu amigo sentiu um aperto no coração quando ouviu isto.

Claramente, as crianças precisam de modelos saudáveis de modo a ter vidas saudáveis. Quando os país são ausentes ou abusivos, as crianças podem-se tornar homossexuais. Eles precisam de exemplos do seu género de modo a tornarem-se homens e mulheres saudáveis.

Mas por cada pessoa que pisa ao lado da doença feminista, outras 5 são atingidas. A irmã e a mãe do tal meu amigo possuem vidas solitárias e amargas precisamente porque acreditaram nas mentiras feministas.

Outro meu amigo e a sua esposa também acreditaram que as mulheres deveriam ter carreiras profissionais. Eles têm duas filhas - com 18 e 22 anos - e ambas são uma confusão psicológica e fontes de grande mágoa e dor. Uma é anoréctica e a outra passou algum tempo em hospitais psiquiátricos. Ainda no outro dia a mais velha disse-lhe que a pressão incrível para ser "bem sucedida" e "independente" são as causas dos seus problemas. Ela sentia que ele (o pai) não a amava por ela não ser nenhuma das duas.

Antes da chegada do feminismo, as mulheres eram bem sucedidas se conseguissem arranjar um bom marido, ser uma boa esposa e ser uma boa mãe. Hoje em dia as mulheres têm que fazer "conquistas profissionais" e a maioria não está preparada para isso [Muitas preferem até ficar em casa]. Quando a sua biologia grita por casamento e filhos, elas são motivadas a seguir a quimera da carreira profissional. Isto deixa-as loucas.

Se o meu segundo amigo e a esposa tivessem educado as filhas segundo modelos tradicionais, eles teriam evitado todos estes problemas. Havendo levado uma lavagem cerebral em favor do feminismo, eles nem consideraram essa opção. Agora as filhas sentem-se como umas falhadas.

OBSERVAÇÕES FINAIS:

Porque é que Deus criaria macho e fêmea se ambos não são fundamentais para a procriação? Porque é que Ele criou distinções de sexo?

Esta é a marca do satanismo: suplantar o que é natural e bom com aquilo que é disfuncional. Mudar o bom com o mal e fingir que o mal é bom. O que será mais natural que a mulher a criar os seus próprios filhos enquanto os maridos sustentam a família?

Apesar da maligna propaganda Illuminati nos órgãos de informação e nas escolas, os instintos naturais superarão tudo. Ainda no outro dia estava eu sentado num banco quando um grupo de mulheres bonitas das mais variadas idades passou por perto. Embora eu tenha 62 anos, e tenha a aparência dessa idade, elas queriam ser notadas por um macho - aparentemente, qualquer macho!

As mulheres bonitas tem sido negligenciadas porque os géneros foram desestabilizados. As mulheres bonitas foram colocadas num pedestal. Elas são as jovens deusas do sexo. Os machos jovens estão espantados! Muitos destes machos têm receios de interagir com estas deusas quando no fundo elas são pessoas normais, sozinhas e disponíveis. Elas precisam de ser cortejadas. Os homens precisam de tomar a iniciativa.

O instinto natural vai-se sobrepor à engenharia social satânica.

Fonte

* * * * * * *

Eis a foto que as feministas deveriam usar sempre que se referem à maternidade.

Usar fotos de bebés com olhares malignos é uma forma subtil de condicionar as jovens mulheres a evitar a maternidade.





3 comentários:

  1. É uma estratégia conhecida por parte das feminazis: condicionar as mulheres no sentido de rejeição da maternidade.

    No final, tudo se resume à pugna pela destruição da família tradicional. Morte aos maridos, morte aos filhos, vivam as mulheres “independentes”, que é como quem diz sozinhas e ressabiadas.

    ResponderEliminar
  2. Vc diz neste texto que mulheres devem ficar em casa? Que mulheres são burras o suficiente para não ter a cabeça de ir a um mercado de trabalho? Vc está errado meu caro...Eu tive um namorado q não passava de um fracassado social mental, eu simplesmente terminei a relação e mandei ele se tratar...Hoje não quero o ver nunca mais...Tenho meu carro, meu dinheiro, e tudo o q eu quero...Isto é divino! Eu amo ter isso e ser isso, homens a parte, primeiro eu.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nenhum homem mentalmente normal gostaria da companhia de uma feminista. Bom para você? Ótimo para ele!

      Parece que o fracasso mental é a incapacidade de entender um texto explicando que a opção pela maternidade responsável e pela família é algo saudável, e que a busca febril por sucesso profissional e a compulsão por causar impacto com a própria aparência é algo doentio (ninguém ali escreveu que mulheres sejam retardadas e incapazes - mas que há desvantagens para a mulher se ela quiser levar vida de homem devido ao desgaste físico e psicológico, além da ilusão da satisfação profissional). Não se preocupe, isso é um sintoma de feminismo.

      É ótimo ter conforto. Se você fosse uma dona-de-casa com um marido bem assalariado, também teria tudo isso com menos esforço.

      Depois, seu namorado é que era um fracassado mental e social...sei...

      Eliminar

Os 10 mandamentos do comentador responsável:
1. Não serás excessivamente longo.
2. Não dirás falso testemunho.
3. Não comentarás sem deixar o teu nome.
4. Não blasfemarás porque certamente o editor do blogue não terá por inocente quem blasfemar contra o seu Deus.
5. Não te desviarás do assunto.
6. Não responderás só com links.
7. Não usarás de linguagem PROFANA e GROSSEIRA.
8. Não serás demasiado curioso.
9. Não alegarás o que não podes evidenciar.
10. Não escreverás só em maiúsculas.
-------------
OBS: A moderação dos comentários está activada, portanto se o teu comentário não aparecer logo, é porque ainda não foi aprovado.

ATENÇÃO: Não será aceite comentário algum que não se faça acompanhar com o nome do comentador. ("Unknown" não é nome pessoal).

ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

PRINT