quinta-feira, 20 de Setembro de 2012

Homem feminista acusado de assédio sexual


Empregado dum abrigo para mulheres em Las Vegas - um tal de Benedetto Vitale - foi preso por falsificação, conduta imoral e coerção sexual depois de terem emergido alegações de que ele tentou pressionar uma mulher a ter relações sexuais com ele.

Segundo informações locais, a polícia do norte de Las Vegas prendeu um homem sobre quem recaem suspeitas de ter coagido uma mulher a ter actos sexuais num local sem fins lucrativos com o nome de, ironicamente, Safe Nest. A polícia disse que a vítima teria que levar a cabo horas de serviço comunitário depois de ter sido condenada por infracções rodoviárias.

Quando a mulher de 24 anos se apresentou nas instalações, em 4208 Arcata Way, ela falou com o director da mesma, Benedetto Vitale, 59 anos, que, segundo a polícia, tentou aliciar a mulher a levar a cabo actos sexuais com ele como forma de reduzir ou eliminar as horas a que ela havia sido condenada.

A Safe Nest, tal como dito em cima, é uma agência sem fins lucrativos cujo propósito de existência é ajudar vítimas de violência doméstica. Ser feminista é um requerimento necessário para se trabalhar nestes lugares, portanto, pode-se deduzir que Vitale, apesar de ser um homem. se identificava publicamente como um.

Em alguns casos, um homem que se declara como "feminista" pode mais facilmente ter acesso a um maior número de mulheres - especialmente mulheres particularmente fragilizadas, como as que se dirigem aos abrigos.

Embora não seja um dado sobejamente conhecido, os abrigos para mulheres não estão cheios de donas de casa convencionais que vivem cheias de medo do esposo, mas sim de mulheres disfuncionais que têm dificuldade em ter a sua vida organizada. Muitas delas dependem de químicos - o que lhes fragiliza ainda mais - e têm problemas com a Lei. Estes condicionantes tornam estas mulheres naquilo que se pode qualificar de "alvos fáceis" para os predadores - especialmente lésbicas -, e os predadores tendem a gravitar em redor de ambientes ricos em presas.

Em vez de manter a ideologicamente importante, mas sobejamente irrealista, noção de que a maioria das mulheres que precisam do apoio e dos serviços dos abrigos são vítimas dos homens no geral, seria mais útil reconhecer que elas são apenas os mais disfuncionais e vulneráveis elementos do seu sexo.. Embora elas necessitem de apoio humanitário básico, os seus interesses não são atendidos quando elas são usadas como veículo de promoção da agenda política feminista.

Na verdade, em muitos casos, elas estariam mais seguras e em melhor companhia, na presença dum membro masculino da sua própria família do que nas mãos dos empregados feministas dos abrigos.

2 comentários:

  1. Eu concordo com boa parte do que foi escrito. Entretanto, ler coisa do tipo "Na verdade, em muitos casos, elas estariam mais seguras e em melhor companhia, na presença dum membro masculino da sua própria família..." é, também, indignante. Esse é um dos motivos pelos quais também não simpatizo tanto com os "anti-esquerdistas" nem com os tais "esquerdistas", estão sempre tentando dizer onde a mulher estaria melhor ou até mesmo qual deve ser o papel da mulher. Puxa, será que a mulher não pode simplesmente... Escolher? Por que a mulher se sentiria mais segura ao lado de um homem? Assim como algumas se sentiriam mais seguras ao lado de um, OUTRAS não! E isso nao está errado, oras!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. biologia,minha amiga.

      É claro que a mulher pode escolher,mas,que jogue a primeira pedra a mulher que nao gosta de estar acompanhada de um homem forte e viril.

      E ISSO nao esta errado.

      Eliminar

Os 10 mandamentos do comentador responsável:
1. Não serás excessivamente longo.
2. Não dirás falso testemunho.
3. Não comentarás sem deixar o teu nome.
4. Não blasfemarás porque certamente o editor do blogue não terá por inocente quem blasfemar contra o seu Deus.
5. Não te desviarás do assunto.
6. Não responderás só com links.
7. Não usarás de linguagem PROFANA e GROSSEIRA.
8. Não serás demasiado curioso.
9. Não alegarás o que não podes evidenciar.
10. Não escreverás só em maiúsculas.
-------------
OBS: A moderação dos comentários está activada, portanto se o teu comentário não aparecer logo, é porque ainda não foi aprovado.

ATENÇÃO: Não será aceite comentário algum que não se faça acompanhar com o nome do comentador. ("Unknown" não é nome pessoal).

ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

PRINT