quinta-feira, 11 de julho de 2013

Sai o Cristianismo, volta o paganismo


"Nem te deitarás com um animal, para te contaminares com ele; nem a mulher se porá perante um animal, para ajuntar-se com ele; confusão é."
Levítico 18:23

Os bordéis de bestialismo estão-se a propagar por toda a Alemanha de uma forma mais rápida do que o "normal" muito graças à lei que tornou a pornografia animal ilegal mas o sexo com animais legal. Quem o diz é uma responsável pela protecção de gado. Madeleine Martin disse ao Frankfurter Rundschau que as leis actuais não protegem os animais dos zoófilos predadores que, de modo incremental, estão a tornar o bestialismo numa "escolha de vida" ou num "estilo de vida".

Ela ressalvou um caso onde um agricultor da região Gross-Geraudo - sudoeste da Alemanha - reparou que um rebanho de ovelhas outrora amigável estava a começar a evitar o contacto com os seres humanos. Como forma de apurar as causas, o agricultor instalou um sistema de CCTV (vídeo vigilância) nas vigas do seu celeiro só para observar múltiplos homens a entrar pela calada da noite, e a abusar sexualmente do seu rebanho.

Madeleine Martin disse ao jornal que "existem bordéis de animais na Alemanha", acrescentando que as pessoas estão a relativizar o assunto qualificando isso de "escolha de vida". Munida com uma gama de vários casos semelhantes. a senhora Martin apela agora ao governo para banir de forma categórica o bestialismo do país.

Devido a um aumento acentuado de incidentes envolvendo sexo com animais, e ao aumento de sites a promover essa aberração sexual, em Novembro do ano passado as autoridades alemãs afirmaram que estavam a planear reinstalar uma lei antiga que proibia o contacto sexual com animais. O parlamento começou a debater as alterações ao Animal Protection Code, e o comité agrícola da Bundestag comprometendo-se a instalar multas até aos £20,000 para a primeira ofensa.

O bestialismo deixou de ser um crime nos livros legais em 1969 mas nos anos recentes o número de pessoas que se crê estarem envolvidas em tais actos aumentou de um modo significativo. Existem até os "zoológicos eróticos" onde as pessoas podem visitar e abusar animais que vão desde lamas a cabras.

Hans-Michael Goldmann, presidente do comité agrícola, disse que o governo tinha como propósito proibir o uso de animais "para actos sexuais individuais e ilegalizar as pessoas que agiam como "proxenetas" [= "cafetão", "chulo"] destas criaturas como forma de outras abusarem delas.'

O grupo zoófilo alemão com o nome de ZETA anunciou que montará uma ofensiva legal se por acaso o bestialiismo se tornar ilegal. Michael Kiok, presidente da ZETA, afirmou:

Meros conceitos morais não têm lugar no nosso sistema legal.

Quando a lei banindo o sexo com os animais foi ela mesma banida, a "Animal Protection Law" foi introduzida mas ela falhou ao não incluir uma proibição específica à zoófilia. Os termos "bestialismo" e "zoofilia" são os nomes formais usados pelo acto sexual entre humanos e animais.

Fonte

* * * * * * *
Com a "imprevisibilidade" dum relógio parado, todos os comportamentos sexuais que Deus condenou há mais de 3,500 anos atrás fazem agora o seu regresso à medida que o Cristianismo vai perdendo o lugar no Europa. 

O surpreendente destes incidentes não é o facto do paganismo ocupar o vazio deixado pelo Cristianismo, mas sim a existência de pessoas que realmente acreditam que é possível manter a estrutura moral e a ética sexual provenientes do Cristianismo sem apelo ao mesmo Cristianismo. 

Porque é que o sexo se deve restringir aos seres humanos? Se Deus não existe, qual é o mal em ter relações sexuais com um animal? Se somos todos o resultado dum processo evolutivo sem o ser humano em mente, então o sexo entre humanos e animais é perfeitamente aceitável.

O zoófilo Michael Kiok afirma que conceitos morais não têm lugar na legislação dum país; será que isso inclui o conceito moral que normaliza o bestialismo ou só os conceitos morais que são contra o bestialismo? Note-se pelas suas próprias palavras que Kiok está perfeitamente ciente que o seu "estilo de vida" alternativo nunca poderá avançar enquanto existir um código moral (Cristianismo) que condena o bestialismo. Devido a isso, é de extrema urgência para ele (e para todas as pessoas com estilos de vida "alternativos") reduzir a influência do Cristianismo.

Os idiotas úteis que alegremente lutaram para a "laicização do Estado" (que na boca dum esquerdista significa a remoção total de qualquer influência Cristã da cultura)  descobrirão mais tarde que a sua luta foi contra o seu próprio estilo de vida - e não contra algo estrangeiro à sua vivência diária.

"Com nenhuma destas coisas vos contamineis; porque em todas estas coisas se contaminaram as gentes que eu lanço fora de diante da vossa face. Pelo que, a terra está contaminada; e eu visitarei sobre ela a sua iniquidade, e a terra vomitará os seus moradores."
Levítico 18: 24-25.



12 comentários:

  1. Interessante este tópico por que se voltarmos a uma doença comum a todos nós, a AIDS, vamos notar que o Vírus HIV é recente nos seres humanos mas já existe a milênios em alguns símios, macacos, sem fazer o menor alarde a saúde desses animais, convivendo de forma perfeita nestes organísmos mas de forma destruidora no organismo humano.

    Bem o que se pode deduzir disso tudo é que houve um contato, sexual, decorre-se, com estes símios que ocasionou a contaminação do vírus da SIDA em seres humanos, através do bestialismo e com isso o vírus se espalhou, através do contato sexual, por todo mundo.

    Deus já estava prevendo desde a época de Moisés o que ocorreria e alertava o povo contra o bestialismo. Que a SIDA foi ocasionada no organismo humano pelo contato sexual bestial é quase como uma certeza. Mas aí eu pergunto. Se o bestialismo for liberado quantas doenças podem ser eclodidas apenas com o contato entre um homem e um quadrúpede qualquer??

    DEUS faz todas todas as coisas Certas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ótima análise, Deus fez tudo certo, o ser humano idiotizado é que se destrói.

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Obrigado pelo esclarecimento cara.
      Vc escreve todos os artigos de lá tbm?
      Vc teria alguns blogs interessantes para me indicar?

      Eliminar
    2. Meu interesse é em cultura e conhecimento,blogs que tenham um bom conteúdo para incrementar a cultura e o conhecimento.

      Eliminar
    3. padrepauloricardo.org ; www.mises.org.br ; www.midiasemmascara.org

      Eliminar
  3. Meu Deus que coisa mais horrenda.
    Como é que pode existir pessoas querendo legalizar e defender imundices dessas, pior, achar normal tais práticas?
    Dá me imenso nojo, mas tanto, que já perdi o apetite para o café da tarde.

    ResponderEliminar
  4. Os avanços pagãos são sempre para trás: devemos estar quase no tempo de Noé em termos de imoralidade.

    Há também mulheres que partem para a zoofilia com cães, bodes e jumentos. Como arrumar homem sempre foi muito mais fácil para elas do que um homem conseguir uma mulher, então é mais raro (além dos impulsos sexuais femininos serem mais brandos).

    Dizia o Santo Cura D'Ars que, sem a presença da Igreja, em poucas décadas, os homens passam a adorar árvores e bichos. O ser humano precisa da Igreja para não virar uma besta pior do que os próprios animais.

    Por falar em Igreja, já viram que os ideólogos só conseguem seguidores se as instituições (Igreja, família, tradições, etc.) forem destroçadas? É por isso que o marxismo adora atacar tudo. E as mulheres estão mais vulneráveis do que os homens, vejam:

    Destruição das instituições para dominar a população.

    Só mulheres estragadas e entediadas são atraídas pelo feminismo

    Da leitura do excelente livro de Eric Hoffer, "Fanatismo e Movimentos de Massa", nós já vimos que a matéria prima que todo movimento de massas usa para incrementar suas fileiras de soldados é através do recrutamento de pessoas estragadas e fracassadas do mais variado matiz. Mas existem muitos tipos de fracassados e qual é o tipo de perdedora que mais é atraída pelo movimento feminista? Na verdade, não são as mulheres exploradas e oprimidas que são atraídas pelo feminismo; mas as fúteis, desocupadas, mimadas, com bom padrão financeiro e entediadas. Nos primeiros estágios de todo movimento de massa, não só do feminismo, os que mais simpatizam e apoiam tais movimentos são as entediadas e não as exploradas e oprimidas. Para uma fomentadora deliberada de feminismo militante, a noticia de que as mulheres estão entediadas deve ser tão estimulante quanto a de que as mesmas mulheres sofreriam abusos econômicos ou políticos.

    Quando as pessoas estão entediadas, é com os seus próprios egos que estão principalmente aborrecidas. A consciência de uma existência árida, sem significado, é a principal fonte de tédio. As pessoas que não têm consciência de sua separação individual, como é o caso dos membros de uma tribo, igreja, partido, etc., não são acessíveis ao tédio. Daí o combate odioso que o feminismo deflagra contra todas as religiões, e contra a família, pois estas instituições fazem as mulheres se sentirem parte de um grupo e, portanto, imunes às falácias de doutrinação mentirosas do feminismo. O individuo diferenciado só se livra do tédio quando está dedicado a trabalho criador ou a alguma ocupação absorvente, ou quando está totalmente imerso na luta pela existência. A busca do prazer e a dissipação são paliativos ineficazes.
    O tédio é responsável pela quase invariável presença de solteironas e mulheres de meia-idade no nascimento de movimentos de massa, como o feminismo. O tédio das solteironas e das mulheres que não mais podem encontrar alegria e realização no casamento provém da consciência de uma vida estéril, desperdiçada. Abraçando uma causa sagrada e dedicando suas energias ao seu progresso, elas encontram uma nova vida cheia de propósito e significação.

    FONTE: http://feminismodiabolico.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  5. Continuando:

    Por que o feminismo quer destruir a família?

    No excelente livro de Eric Hoffer: "Fanatismo e Movimentos de Massa", ele desmascara a falsidade de todo movimento de fanatismo - os movimentos que terminam com o sufixo "ismo" - e na página 36, ele nos explica porque todos os movimentos de fanatismo atacam as familias através do feminismo, do movimento gay, dos divórcios e de outras trapaças de reengenharia social. Vou citar alguns trechos do capitulo:

    "Os pobres que são membros de um grupo compacto - uma tribo, uma família intimamente unida, um grupo racial ou religioso compacto - são relativamente livres de frustração e, portanto, quase imunes ao apêlo de um movimento de massa proselitista. O membro de um grupo compacto possui um 'ponto de revolta' mais alto do que o individuo autônomo. É necessário maior miséria e humilhação pessoal para levá-lo à revolta.

    Os fortes laços de família dos chineses foi provavelmente o que os conservou, durante várias eras, relativamente imunes ao apêlo dos movimentos de massa. É evidente que um movimento de massa proselitista precisa romper todos os laços de grupo existentes se quiser conquistar seguidores em número considerável. O convertido potencial ideal é o individuo que está só, que não possui corpo coletivo onde possa mesclar-se e perder-se e assim disfarçar a pequenês, insignificância e monotonia de sua existência individual. Quando um movimento de massa encontra o padrão coletivo de família, tribo, país, etc., em estado de ruína e decadência, é só entrar e fazer sua colheita. Se encontra o padrão coletivo em bom estado, precisa atacar e arruiná-lo.

    No mundo onde ainda é um movimento em luta, o comunismo faz tudo o que pode para romper os laços de família e desacreditar os laços nacionais, raciais e religiosos.
    A atitude dos movimentos de massa nascentes em relação à família é de considerável interesse. Quase todos os movimentos contemporâneos demonstraram, em sua fase inicial, uma atitude hostil para com a família, e fizeram o possível para desacreditá-la e destruí-la. Fizeram-no solapando a autoridade dos pais; facilitando o divórcio; tomando a responsabilidade de alimentar, educar e entreter as crianças; e estimulando os filhos ilegítimos. Habitação promíscua, exílio, campos de concentração e terror também ajudaram a enfraquecer e romper os laços de família.(...)
    Como seria de esperar, a desagregação da família, qualquer que seja a sua causa, cria automáticamente um espírito coletivo e uma propensão ao apelo dos movimentos de massa.

    (...)Mas observem como tudo o que ele previu se aplica hoje ao proselitismo do feminismo contra a familia). No mundo Ocidental industrializado a família é enfraquecida e desagregada principalmente por fatores econômicos. A independência econômica das mulheres facilita o divórcio. A independência econômica dos jovens enfraquece a autoridade paterna e também apressa um afastamento precoce do grupo familiar. O poder de atração dos grandes centros industriais sobre as pessoas que vivem em fazendas e em cidades pequenas força e rompe os laços de família. Enfraquecendo a família, esses fatores contribuem um pouco para o crescimento do espírito coletivo dos tempos modernos."

    P.S: Percebem aqui o verdadeiro objetivo do feminismo ao defender o aborto, o infanticidio, o homossexualismo, a pedofilia, o divórcio e o ódio contra os homens? Percebem agora por que o feminismo sempre ataca a família e a religião? Tudo o que o feminismo quer é o mesmo que qualquer movimento de fanatismo sempre quis: poder absoluto. Mas para isso, o feminismo precisa destruir as famílias e eliminar os movimentos concorrentes, fazendo com que cada mulher odeie os homens e auto-sabotem os relacionamentos, sem constituir familias, ficando sozinhas. O Feminismo quer que as mulheres fiquem SOZINHAS e solitárias, isoladas, SEM FAMILIA, porque só assim as mulheres se tornarão a massa de manobra que o feminismo precisa para alcançar cada vez mais PODER.

    FONTE: http://feminismodiabolico.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  6. E porque é que acham que a religião perdeu influência?
    Qual foi a ideia por trás do concílio do vaticano segundo?
    Houve uma oposição clara contra o que daí adveio, e que foi abafada, e que predisse o que aconteceria.

    ResponderEliminar
  7. Em relação a esta situação, é a loucura a que chegou a humanidade, conduzida pela engenharia social, e se calhar também um pouco devido ao feminismo, que faz com que muitos homens vivam sem mulher

    ResponderEliminar
  8. pode me explicar o que isso tem a ver com paganismo?

    ResponderEliminar

Os 10 mandamentos do comentador responsável:
1. Não serás excessivamente longo.
2. Não dirás falso testemunho.
3. Não comentarás sem deixar o teu nome.
4. Não blasfemarás porque certamente o editor do blogue não terá por inocente quem blasfemar contra o seu Deus.
5. Não te desviarás do assunto.
6. Não responderás só com links.
7. Não usarás de linguagem PROFANA e GROSSEIRA.
8. Não serás demasiado curioso.
9. Não alegarás o que não podes evidenciar.
10. Não escreverás só em maiúsculas.
-------------
OBS: A moderação dos comentários está activada, portanto se o teu comentário não aparecer logo, é porque ainda não foi aprovado.

ATENÇÃO: Não será aceite comentário algum que não se faça acompanhar com o nome do comentador. ("Unknown" não é nome pessoal).

ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

PRINT