sábado, 4 de agosto de 2012

Hipocrisia feminista é revelada quando as mulheres ganham mais que os homens

As notícias que nos chegam em torno as diferenças salariais são estas:
Segundo o U.S. Census Bureau, mulheres solteiras com idades compreendidas entre os 22 e os 30 ganham, em média, $27,000 por ano. Isto é 8% mais que os homens na mesma faixa etária.
Qual foi a reacção dos média em relação à esta diferença salarial? Será que houve condenação geral seguida de ranger de devido à desigualdade e à injustiça social? Claro que não. O que foi dito é que isto é o inevitável resultado do esforço e da ambição das jovens mulheres.

Genesis Hernandez, que estuda Inglês e Arte Culinária na "Miami-Dade College", não fica surpreendida quando ouve que as mulheres solteiras na casa dos 20 ganham mais do que os homens.

A mulher tem mais ambição para estudar, obter qualificações e ser alguém. Para mim, é realmente importante obter a minha qualificação.
Genesis nada disse se o facto das mulheres na casa dos 20 ganharem mais do que os homens era um exemplo de discriminação contra os homens; ela assumiu que o sucesso feminino se deve ao seu esforço e dedicação.
A educação é a chave. Tanto a Time Magazine como a USA Today afirmam que mais mulheres que homens estão nas universidades. Mal estejam lá, as mulheres são mais susceptíveis de se licenciarem ou obter qualificações avançadas.
Jorge Oquendo, de 28 anos, diz:
Tenho duas irmãs e ambas estão na universidade. Muitas raparigas hoje em dia vão e ficam nas universidades.
A modelo Amber Lawson não esperava ouvir que as mulheres [solteiras] estão a ganhar mais que os homens:
É bom ouvir que as mulheres estão a colocar a cabeça no seu lugar. Pensei que seria basicamente a mesma coisa, mas se calhar os homens seguem a corrente.
Mas o que é que acontece quando os homens "não seguem a corrente", motivam-se, começam a assumir responsabilidades familiares e fixam-se numa ética de trabalho mais forte? Nessa altura, os homens começam a ganhar mais dinheiro que as mulheres, e elas começam a desinvestir nas suas carreiras profissionais.

Será que os órgãos de comunicação louvam os homens pela sua forte ética de trabalho quando os homens na casa dos 30 e 40 começam a ganhar mais dinheiro que as mulheres? Obviamente que não. Esta situação é, sim, apresentada como uma enorme "injustiça social" que tem que ser rectificada através duma intervenção estatal.

Mais uma vez, temos o mesmo problema de sempre: como os homens são atacados como "opressores" nesta sociedade sob o controle do esquerdismo, as suas conquistas são sempre o resultado de algum vantagem injusta - "sexismo" ou "discriminação" - ao mesmo tempo que as conquistas femininas são sempre resultado do seu trabalho e dedicação.

Não se pode aceitar nem ser-se defensivo em relação a isto. Se os homens acabam por trabalhar mais duramente, e por mais mais horas, e, como consequência, começam a ganhar mais dinheiro, isso deve ser apresentado como algo de positivo que os homens podem fazer. Se os homens ficam a ganhar 1 dólar por cada 80 céntimos que as mulher produzem, isso deve ser visto como resultado da ética laboral dos homens e não como discriminação institucionalizada.

Finalmente, é triste que a Genesis Hernandez pense que seja preciso ter um curso ou uma qualificação universitária para se ser "alguém." O ser humano vale muito mais que a sua carreira profissional.

Fonte


3 comentários:

  1. será sempre uma eterna luta de classes, até pq vale todo tipo de jogo sujo ja que passamos a ser concorrentes pra elas; o correto seria um padrão salarial para ambos, e o bonus apenas pelo que fizer de beneficio

    ResponderEliminar
  2. Quando o homem trabalha mais,consequentemente ganha mais que a mulher, é uma injustiça,
    Quando a estrutura biológica da mulher obriga esta a se reproduzir, esta passa a ganhar menos que os homens, também é uma injustiça a ser retificada, para a cabeça desses esquerdopatas.

    Muito interessante essa reportagem da veja, mas acho que o que essa feminista propõe é algo tão instintivo, que mulheres fazem a séculos, que é o instinto hipergâmico em ação. O máximo de lucros para mulheres e o mínimo de responsabilidades.

    ResponderEliminar

Os 10 mandamentos do comentador responsável:
1. Não serás excessivamente longo.
2. Não dirás falso testemunho.
3. Não comentarás sem deixar o teu nome.
4. Não blasfemarás porque certamente o editor do blogue não terá por inocente quem blasfemar contra o seu Deus.
5. Não te desviarás do assunto.
6. Não responderás só com links.
7. Não usarás de linguagem PROFANA e GROSSEIRA.
8. Não serás demasiado curioso.
9. Não alegarás o que não podes evidenciar.
10. Não escreverás só em maiúsculas.
-------------
OBS: A moderação dos comentários está activada, portanto se o teu comentário não aparecer logo, é porque ainda não foi aprovado.

ATENÇÃO: Não será aceite comentário algum que não se faça acompanhar com o nome do comentador. ("Unknown" não é nome pessoal).

ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

PRINT