quinta-feira, 13 de março de 2014

O homem feminista é um perigo para as mulheres.

Brilhante sátira presente neste blogue.
----
As mulheres que são perturbadas e oprimidas pelos homens estão a ser as primeiras a dar início ao confrontos físicos, normalmente pontapeando e esmurrando os abusadores masculinos; mas uma tendência preocupante em crescimento é que os homens estão a lutar de volta e, tal como diriam alguns misóginos, "a defenderem-se a eles mesmos". Os homens que practicam o feminismo começaram a tratar as mulheres como iguais e quando se chega ao momento das lutas, e embora existam muitas leis que punem os homens que o façam, eles continuam a fazê-lo.

Mas o que mais preocupa as feministas é a reacção que ocorre na internet; vídeos onde se vêem mulheres a atacar os homens e sendo nocauteadas logo de seguida quando os homens lutam de volta, estão a ser aplaudidos e louvados por uma larga maioria dos visualizadores. Uma das pessoas cuja atenção foi capturada por isto é Catherine Cockburn, da "Toronto Womyns Officer":

Isto é apenas mais uma das consequências de se viver numa sociedade pós-feminista. Se por acaso tu és uma mulher, e vais agredir um homem, certifica-te previamente que esse homem não é um feminista porque ele é mais susceptível de te tratar como igual, o que resultará em tu seres agredida como resposta.

(Estas "justificações" são encontradas por toda a
internet e em larga maioria os homens feministas são responsáveis por elas)
Cockburn aconselha as mulheres a evitar os homens feministas, e brevemente irá entrar com uma petição junto das autoridades de modo a que todos os homens feministas sejam registados tal como os criminosos sexuais e os pedófilos o são.

Não vale a pena discutir com um homem feminista do porquê eles nunca poderem agredir uma mulher. Primeiro, porque eles não têm masculinidade e são muito efeminados, e como tal, não dá para os envergonhar e dizer para eles "passarem a ser uns homens". Segundo, a emasculação e os homens feministas andam juntos. Não dá para ameaçar um homem emasculado porque ele já não tem mais nada a perder. Terceiro, e isto é o mais preocupante nos homens feministas, eles encontraram falhas morais como forma de justificar as suas acções quando estão a agredir uma mulher. As mais populares ou as semelhantes derivadas, são:

- "O homem tem permissão para exercer os seus direitos de legítima defesa"
- "Eu vou tratar as senhoras como senhoras quando elas começarem a agir como tal."
- "As mulheres quiseram igualdade, e com a igualdade chegam a igualdade nas responsabilidades e nas consequências"
- "Se vais agir como um homem, eu vou-te tratar como um homem!"

Se um homem te diz algo parecido com isto, ele é sem dúvidas um feminista, e eu apelo às mulheres para evitarem este tipo de homem e notificarem as autoridades competentes.

O vídeo que se segue mostra uma mulher lésbica que se defendia da misoginia e da homofobia quebrando o vidro da casa onde se encontrava, e esmurrando no nariz do dono antes de o provocar, incitando a que ele respondesse. O que esta mulher não sabia é que este era um homem feminista, e ele mostrou isso tratando a mulher como um homem, esmurrando-a na cabeça. O vídeo, que tem mais do que 500,00 visualizações, tem um taxa de aprovação de 83% (rácio entre o "Like" e "Dislike")

video

Desde que a comunidade Afro-Americana foi liberta pelo sufrágio feminino, ela tem tido uma série de "famílias" sem pai, ou matriarcados, que têm resultado no facto dos homens negros não terem sido educados por uma figura paterna sobre as condutas do cavalheirismo. Esse vazio é prontamente preenchido pelas ideias feminista de igualdade entre os homens e as mulheres.

No vídeo que se segue, que tem mais de 91% de aprovação e mais de 180,000 visualizações, uma mulher oprimida provoca repetidamente o homem, apesar dele tentar afastar-se dela.

video

Jessica Valenti, blogueira americana e escritora feminista, conhecida por ter fundado em 2004 o blogue feminista Feministing, alegou que o patriarcado está a usar a igualdade para oprimir as mulheres:

Actualmente, precisamos duma nova vaga de feminismo de modo a sermos mais iguais aos homens. Recentemente vi um vídeo no YouTube, que tem mais do que 500,000 visualizações, e muito mais "Likes" que "Dislikes", e inicialmente pensei que não era nada demais, que era um homem a esconder-se num armazém, defendendo-se do que eu pensei que fosse um homem agressivo a tentar agredi-lo. Mas depois olhei com mais atenção e vi que era uma mulher que estava a bater nele, e fiquei horrorizada pela forma como ele abusou dela, atirando-a literalmente para cima duma janela do vidro, ou a "defender-se", como diria um proponente da violação.

vídeo a que Valenti se refere tem mais do que 1 milhão de visualizações e uma taxa de aprovação na ordem dos 96%; o mesmo pode ser visto a seguir.
 
video

Valenti recomenda que as mães não amamentem os seus filhos de modo a que os rapazes não desenvolvam massa muscular (que no mundo industrializado de hoje é algo obsoleto e usado apenas para dominar e infligir violência nas mulheres), permitindo que as raparigas sejam iguais aos homens na força física, diminuindo assim as probabilidades dela ser violada. 

Isto já é um sucesso nas escolas, onde o sistema de ensino tem sido feminizado e padronizado de modo a que a raparigas possam, finalmente, competir com os rapazes, e ultrapassá-los, permitindo assim que todos possam trabalhar e aprender num ambiente seguro.




10 comentários:

  1. Até a igualdade é machismo agora, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.

    O feminismo vê machismo em tudo e é uma filosofia doente que merece sem dúvidas ser chamado de feminazismo.

    Veja aqui algumas amostras nojentas do feminazismo explícito e do que as mulheres pensam desses que se dizem homem e ao mesmo tempo se dizem feministas: https://www.facebook.com/karlmarxdadepressao/photos/a.121432118055192.1073741828.121427978055606/219696308228772/?type=1&theater

    ResponderEliminar
  2. ta ae,homens feministas,alem de serem vistos como "cachorrinhos treinados",ainda sao vistos como ameaça! hahahajhhahahh

    ResponderEliminar
  3. Eu num apanho de homem, vou lá apanhar de rapariga...

    ResponderEliminar
  4. aiaiai... feministas não queriam ser tratadas como homem? Não queriam brigar como homem? Parabéns! Conseguiram... mas só pra deixar avisado, homem bate de mão fechada tá? Bem-Vindas ao canil...
    (Mas homem machista não bate em mulher, o machismo não permite covardia e bater em alguém mais fraco é covardia) (Só que vocês abriram mão dessa proteção né... que dó de vocês kkkkkkk)

    ResponderEliminar
  5. Significa que mulheres podem agredir homens livremente? Se o cidadão está sendo agredido a pauladas, e descobre que é uma mulher que o ataca, deve continuar a apanhar?

    A doença feminazi talvez esteja chegando ao fundo do poço que cavou. Está chegando a um nível tão abjeto e surreal que nem o mais imbecilizado idiota útil consegue concordar com tais sandices.

    ResponderEliminar
  6. Significa que mulheres podem agredir homens livremente? Se o cidadão está sendo agredido a pauladas, e descobre que é uma mulher que o ataca, deve continuar a apanhar?

    A doença feminazi talvez esteja chegando ao fundo do poço que cavou. Está chegando a um nível tão abjeto e surreal que nem o mais imbecilizado idiota útil consegue concordar com tais sandices.

    ResponderEliminar
  7. Concluindo:

    1. as feministas estão contando como certo que os homens agirão como cavalheiros enquanto elas não se comportam como damas, isto é, que agredirão sem serem agredidas; pior ainda quando se trata de homens que nem sabem o que é ser cavalheiro (falta de bom exemplo e presença de um pai, resultado da promiscuidade sexual feminista e da liberalidade dos costumes paganizados);

    2. mulher que agride como homem não será tratada como uma dama, mas como parte beligerante e terá uma resposta à altura da agressão (legítima defesa - e isso não é feminismo); quando as pessoas não recebem limites por parte de seus pais, a polícia, o juiz ou pessoas mais fortes ou agressivas serão capazes de impor-lhes limites de uma maneira muito mais dura do que em casa;

    3. muitas vítimas provocam as agressões que recebem;

    4. se ninguém reagir, as agressões aumentarão em quantidade e intensidade - as feministas precisam arcar com as consequências de seus atos de provocação e agressão; não contem com a minha simpatia quando a mulher agredida se relaciona com seu "bad boy" enquanto poderia ter-se distanciado do mesmo e escolhido melhor companhia;

    5. as lésbicas são uma espécie de pessoas psicopatas que acumularão frustrações por tentarem ser homens;

    6. a vida ficará mais difícil para as mulheres quando elas receberem o tratamento igualitário que as feministas iludidas andam pedindo; por isso, as feministas espertas querem mesmo é privilégios (todos os direitos sem nenhum dever nem responsabilidade pelos próprios atos de insanidade).

    Geralmente não retribuo na mesma moeda, mas tenho o dever de zelar pela minha própria integridade, física e psicológica, e de terceiros inocentes - se agredido e ferido, o(a) agressor(a) não ficará impune e receberá o castigo que merece na mesma hora, seja homem ou mulher.

    Nos videos, os homens bateram pouco. Se tivessem reagido a outros homens, a reação poderia levar a ferimentos graves ou morte. Essas mulheres tiveram sorte de não terem sido espancadas.

    ResponderEliminar
  8. Os homens sabem que existe um linha que você não irá cruzar, porque se o fizer, a coisa vai acabar em sangue. Na cultura atual, as mulheres não fazem nem idéia de que tal limite existe, e, anestesiadas pela isenção de responsabilidade promovida pelo feminismo, estão se metendo em situações que elas não compreendem.

    ResponderEliminar
  9. se querem tanto brigar por igualdade, devem aguentar as consequências. querem os privilégios esquecendo dos deveres.

    ResponderEliminar

Os 10 mandamentos do comentador responsável:
1. Não serás excessivamente longo.
2. Não dirás falso testemunho.
3. Não comentarás sem deixar o teu nome.
4. Não blasfemarás porque certamente o editor do blogue não terá por inocente quem blasfemar contra o seu Deus.
5. Não te desviarás do assunto.
6. Não responderás só com links.
7. Não usarás de linguagem PROFANA e GROSSEIRA.
8. Não serás demasiado curioso.
9. Não alegarás o que não podes evidenciar.
10. Não escreverás só em maiúsculas.
-------------
OBS: A moderação dos comentários está activada, portanto se o teu comentário não aparecer logo, é porque ainda não foi aprovado.

ATENÇÃO: Não será aceite comentário algum que não se faça acompanhar com o nome do comentador. ("Unknown" não é nome pessoal).

ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

PRINT