sábado, 2 de maio de 2015

Mulher queixa-se que cada vez menos homens se querem casar

Uma apoiante do casamento está a criticar os homens Americanos por continuarem solteiros, como se isso fosse algum tipo de maquinação contra as mulheres. Ela diz ainda que os homens se estão a recusar a "crescer" (seja lá o que isso for na sua mente). Ela escreve no Washington Post:

As minhas pesquisas indicam que, começando só com 19% em 1966, a proporção de homens com idade entre os 20 e os 54 que continuam solteiros é hoje mais de metade. Entre os homens mais jovens - com idades entre os 20 e os 34 anos - mais de 70% dos mesmos continua solteiro, comparados com os 30% da mesma faixa etária em meados dos anos 60 (no início da revolução sexual).

Para as feministas hard-core, isto pode um desenvolvimento positivo - e não bug mas uma característica, como dizemos na era dos computadores - mas para milhões de crianças a crescer em casas sem um pai, sofrendo em busca duma ligação com o pai biológico, a história é completamente diferente. E é uma história triste e solitária. Até os eruditos esquerdistas já deixaram de contabilizar os custos exorbitantes e as consequências de se educar uma criança sem um pai. (...)

Logo, ano após ano, mais e mais homens jovens cuja idade biológica os deveria predispor a assumir as responsabilidades dum emprego, esposa e família - actividades que solidificam a sociedade - encontram-se ocupados com jogos de computador, pornografia e encontros românticos fugazes e, desta forma, a esbanjar o seu potencial para contribuir e ajudar na construção dum futuro.

A percentagem de homens solteiros com idade entre os 20 e os 54 que não se encontram dentro da força laboral tem também duplicado nos últimos 15 anos.

O crescimento desta tendência junto de homens jovens a rejeitar a oportunidade/responsabilidade de contribuir para a sociedade, preferindo viver uma existência parasítica (bem como o aumento da gravidez de mulheres solteiras e casas lideradas só pela mãe) não pode ser sustentado para sempre, e a dada altura, chegará a um ponto onde o peso dos improdutivos se torne demasiado pesado para a sociedade.

Embora possamos estar de acordo com Janice que o facto dos homens não se casarem é um problema sério, é verdadeiramente incrível que ela culpe os homens por esta situação. Pior ainda, o facto dela insultar os homens ("rejeitar a responsabilidade", "existência parasítica", "improdutivos") é algo que está para além do aceitável.

Apontado o dedo às pessoas certas

O que a Janice tem que ouvir é o seguinte: foi o feminismo que destruiu o casamento no Ocidente; não há outra causa. Todos os outros factores que existem actualmente são consequência do feminismo. Nos dias de hoje, não casar é uma decisão perfeitamente adulta, dado o mais do que provável resultado do casamento ser terminado pela esposa e ela ficar com as crianças e com o dinheiro dela, e dele.

Prontas para casar
Pensemos assim: se fossemos convidados a investir em acções onde houvesse 50% de possibilidade de perder dinheiro, alguém arriscaria? Pois bem, o casamento actual (criação do feminismo) é um risco maior. Quem é o homem que no seu perfeito juízo arriscaria casar, sabendo que há 50% de probabilidades do mesmo acabar em divórcio, e o homem ver a sua qualidade de vida drasticamente reduzida? A ideia de que os homens permanecem adolescentes é verdade, mas isso é consequência de escolherem não casar - e não o contrário.

Para que o casamento volte a fazer algum sentido, o feminismo tem que ser abolido por completo da sociedade. Isto significa a remoção das mulheres dos locais de trabalho, o fim dos divórcios "sem culpa", e o fim dos assim-chamados "direitos das mulheres" e da idiotice de que, até os anos 60, as mulheres de todo o mundo haviam sido oprimidas durante toda a História (todos os dias) por uma misteriosa "conspiração patriarcal". Levando em conta o quão fácil é manipular as mulheres, talvez não seja má ideia rever a questão do sufrágio feminino.

Claro que os homens não são 100% inocentes neste processo da destruição do casamento. Ao criarem e financiarem o feminismo, os homens são também responsáveis pela situação actual. Embora a criação e o financiamento do feminismo seja feito pelos homens da elite, o homem comum deveria ter visto logo que não era boa ideia permitir que a elite usasse a psicologia feminina para destruir o casamento.

Para além disso, estes homens comuns deveriam ter visto logo que o feminismo era uma fraude porque se a tal conspiração patriarcal existisse, ela nunca teria permitido a ascenção do feminismo, e pessoas como Gloria Steinem e Simone de Beauvoir haveriam de ter sido imediatamente presas pelo "patriarcado" mal elas começassem a vomitar as suas mentiras. 

Conclusão:

O facto dos homens evitarem o casamento nos moldes actuais é consequência directa do comportamento feminino. Esta ideologia tem vindo a atacar os homens, o casamento e as mulheres que querem ter uma vida doméstica. Consequentemente, Janice Shaw Crouse tem que apontar a sua crítica não aos homens mas às mulheres.

Até lá, os homens continuarão a fazer o que estão a fazer actualmente - evitar o casamento.

Evitando os males do feminismo.




5 comentários:

  1. Por essa e outras tantas razões que muitas mulheres ocidentais estão se sentindo atraídas por religiões mais ortodoxas, como o Islamismo, desejando fazer parte de suas sociedades - justamente pela proteção do verdadeiro papel feminino dentro desses grupos (ao contrário do que a mídia esquerdopata tenta nos transmitir).
    Uma mulher sábia não se deixa persuadir por uma ideologia que literalmente castra a feminilidade.

    Gente, é só abrir o olhos e ver como essas mulheres modernetes são vulgares, grosseiras, espalhafatosas e fedem à cerveja, como que essas mulheres falantes e arrogantes são nojentas. Mulheres que não podem ver outra mais bonita que se engajam num joguinho destrutivo para eliminá-la... Essas mulheres que se valem pelo corpo, e que não sabem que sedução é uma arte, envolve mistério e sensibilidade e não tem nada a ver com esses shows de falatório, jogada de cabelo e trejeitos em bares e "baladas"...
    Pelas palavras do meu irmão, "Homem não aguenta", rs.

    É isso que essas mulheres estão se tornando, e no futuro, serão um batalhão de peruas solteironas dependentes de anti-depressivos.

    É muito fácil se fazer de coitada e transferir a culpa...



    Lis

    ResponderEliminar
  2. Penso exactamente o mesmo. E quando pensam casar é já demasiado tarde para criar laços duradouros

    ResponderEliminar
  3. Casar, para que? Hoje em dia, infelizmente, para os homens de bem, honrados e trabalhadores, o casamento é um investimento de altíssimo risco.

    A possibilidade do homem ser traído, humilhado, destruído financeira e sentimentalmente pela mulher com a qual tiver contraído matrimônio é muito grande.

    Então, enquanto a situação for a atual, a maioria dos homens vai continuar evitando o casamento a todo o custo.

    ResponderEliminar
  4. Não defendo o feminismo, mas será que foi apenas ele a causa? Eu acho que foram varias coisas, o avanço tecnológico, a internet, que fez com que a galera queira apenas "curtir a vida", o mercado vendendo o que esse pessoal "curtir a vida " quer. Sem falar dos outros antigos movimentos contraculturais.

    ResponderEliminar
  5. Essa senhora, Janice, ou é estupida ou está de má-fé. Perante os perigos que o casamento comporta nos dias de hoje (e que neste blogue já foram muito bem expostos), quem arrisca um matrimónio, se não tiver garantias razoáveis de sucesso?

    ResponderEliminar

Os 10 mandamentos do comentador responsável:
1. Não serás excessivamente longo.
2. Não dirás falso testemunho.
3. Não comentarás sem deixar o teu nome.
4. Não blasfemarás porque certamente o editor do blogue não terá por inocente quem blasfemar contra o seu Deus.
5. Não te desviarás do assunto.
6. Não responderás só com links.
7. Não usarás de linguagem PROFANA e GROSSEIRA.
8. Não serás demasiado curioso.
9. Não alegarás o que não podes evidenciar.
10. Não escreverás só em maiúsculas.
-------------
OBS: A moderação dos comentários está activada, portanto se o teu comentário não aparecer logo, é porque ainda não foi aprovado.

ATENÇÃO: Não será aceite comentário algum que não se faça acompanhar com o nome do comentador. ("Unknown" não é nome pessoal).

ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

PRINT